Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/6228

Título: Avaliação da adaptabilidade de caprinos exóticos e nativos no semi-árido paraibano
Título Alternativo: Evaluation of the adaptability of goats exotic and native of the semi–arid of Paraiba'
Autor(es): Silva, Elisângela Maria Nunes da
Souza, Bonifácio Benício de
Silva, Gustavo de Assis
Cezar, Marcílio Fontes
Souza, Wandrick Hauss de
Benício, Talicia Maria Alves
Freitas, Marta Maria Soares
Assunto: Adaptabilidade
Ambiente
Caprinos
Parâmetros fisiológicos
Tolerância ao calor
Environment
Physiological parameters
Tolerance to heat
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Jun-2006
Referência: SILVA, E. M. N. da et al. Avaliação da adaptabilidade de caprinos exóticos e nativos no semi-árido paraibano. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 30, n. 3, p. 516-521, maio/jun. 2006.
Resumo: O trabalho foi conduzido objetivando-se a avaliar a adaptabilidade entre caprinos exóticos (Boer, Savana e Anglo-Nubiana) e nativos (Moxotó) no Semi-árido paraibano. Foram utilizados 40 animais, dez de cada raça, distribuídos num delineamento inteiramente casualizado com quatro tratamentos e dez repetições. Os dados climatológicos foram registrados diariamente às 9:00 e às 15:00 horas e os parâmetros fisiológicos estudados foram: temperatura retal (TR), freqüência respiratória (FR) e temperatura superficial (TS) e foram aferidos duas vezes por semana, no período da manhã e da tarde. Houve efeito de turno (P<0,05) para todas as variáveis ambientais e parâmetros fisiológicos, sendo as maiores médias observadas no turno da tarde. Para os parâmetros fisiológicos TR e TS houve interação significativa (P<0,05) entre os fatores raças e turnos. Quanto ao Índice de Tolerância ao Calor (ITC) não houve diferença significativa (P>0,05) entre as raças. Todas as raças demonstraram estarem bem adaptadas fisiologicamente às condições climáticas do Semi-árido e apresentam o mesmo grau de tolerância ao calor.
Abstract: The experiment was carried out to evaluate the adaptability of exotic (Boer, Savanna and Anglo–Nubiana) and native (Moxotó) goats of the Semi–arid of Paraiba. Forty animals were used, ten of each breed, allotted in a completely randomized design with four treatments and ten replications. The climatological data were registered daily at 9:00 am and at 3:00 pm and the physiological parameters studied were: rectal temperature (RT), respiratory frequency (RF) and surface temperature (ST) and they were checked twice a week, in the morning and in the afternoon. There was significant effect (P<0,05) for all the environmental variables, BGHI, and physiological parameters, being the largest averages observed in the shift of the afternoon. For the physiological parameters RT and ST there was significant interaction (P<0,05) between breed and periods of the day. The Index of Tolerance to Heat (ITH) had not significant difference among breeds. All breeds demonstrated to be well adapted physiologically to the climatic conditions of the Semi–arid and present the same degree of heat tolerance.
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542006000300018
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback