Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/6323
Título: Suplementação vitamínica no desenvolvimento de larvas de Jundiá (Rhamdia quelen)
Título(s) alternativo(s): Vitamin suplementation on Jundiá (Rhamdia quelen) larvae development
Autor: Trombetta, Carlos Guilherme
Radünz Neto, João
Lazzari, Rafael
Palavras-chave: Peixe – Larva
Peixe – Criação
Peixe – Alimentação e rações
Vitaminas
Jundiá
Fishes – Larvae
Fish culture
Fishes – Feeding and feeds
Vitamins
South American catfish
Rhamdia quelen
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Data: 1-Dez-2006
Referência: TROMBETTA, C. G.; RADÜNZ NETO, J.; LAZZARI, R. Suplementação vitamínica no desenvolvimento de larvas de Jundiá (Rhamdia quelen). Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 30, n. 6, p. 1224-1229, nov./dez. 2006.
Resumo: Dois experimentos foram conduzidos utilizando um delineamento inteiramente casualizado, com seis tratamentos e três repetições, para avaliar o efeito de misturas vitamínicas (MV) na larvicultura do jundiá (Rhamdia quelen). Em ambos os experimentos as rações utilizadas foram isoprotéicas (34%PB) e isocalóricas (3.500kcalED/kg). No experimento I adicionou-se MV formuladas, com ou sem suplementação de inositol e/ou vitamina C. Neste experimento a MV T2 proporcionou maior crescimento das larvas. Esta MV foi então testada em seis níveis de inclusão (2,0; 1,5; 1,0; 0,5; 0,25 e 0%) no experimento II. Comprovou-se que a composição em vitaminas da MV apresentada no T1 do experimento 2 foi a mais eficiente na larvicultura do jundiá.
Abstract: Two experiments were carried out by using a randomized entirely design, with six treatments and three repetitions, to evaluate the effect of vitamin mixtures (VM) in the jundiá (Rhamdia quelen) larviculture. In both experiments were used isoproteic (34%CP) and isocaloric (3.500kcal/kg feed) feeds, where in the experiment I VM was formulated, with or without inositol and C vitamin suplementation. In this experiment MV T2 provided higher larvae growth. The VM was tested in six inclusion levels (2,0; 1,5; 1,0; 0,5; 0,25 and 0%) in the experiment II. It was conclude that the vitamins inclusion on the VM utilized in T1 on the second experiment shown to be more efficient in the jundiá larviculture.
Outras Identificações : http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542006000600028
Idioma: pt
Aparece nas coleções:Ciência e Agrotecnologia

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.