Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/6359

Título: Rendimento das vísceras de cabritos mestiços anglo x SRD e Boer x SRD
Autor(es): Monte,Antonia Lucivania de Sousa
Selaive-Villarroel,Arturo Bernardo
Oliveira,Antonio Nunes de
Perez,Juan Ramon Olalquiaga
Fuentes Zapata,Jorge Fernando
Ramos,Rafael Elias
Assunto: Caprino
vísceras
gordura abdominal
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Fev-2007
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542007000100033
Informações adicionais: Objetivou-se com este estudo avaliar o rendimento das vísceras e gorduras cavitárias de caprinos cruzas Anglo Nubiana x Sem Raça Definida (AN) e Boer x SRD (BO). Foram utilizados 14 animais, abatidos com idade média de 12 meses e peso vivo médio de 28 kg. As vísceras bucal e torácica, representadas pela língua, pulmões, traquéia, esôfago e coração, apresentaram rendimento médio total de 3,63 % do peso do corpo vazio (PCV), sendo 3,79 % para os mestiços (BO) e 3,48 % para os mestiços (AN), não tendo diferença significativa entre ambos grupos genéticos. O rendimento médio total das vísceras abdominais representada pelo fígado, rins e pelas do trato digestivo, foi de 11,28 %, sendo de 11,63 % para nos mestiços BO e 10,96 % nos mestiços AN, sem diferença significativa entre os grupos. A gordura abdominal, mesentérica e omental, dos animais estudados apresentou rendimento médio de 2,97 % do PCV, sendo que os mestiços BO tiveram maior (P<0,05) rendimento (3,47 %) que os AN (2,48%). Conclui-se que os caprinos mestiços oriundos do cruzamento de reprodutores das raças Boer e Anglo Nubiana com cabras SRD não apresentam diferença no peso e no rendimento de vísceras utilizadas na alimentação humana, mostrando não haver efeito da raça do reprodutor nas características referidas. As vísceras de consumo humano representam em torno de 15% do peso do corpo vazio, razão pela qual devem ser mais valorizada no processo de comercialização.
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback