Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/6421

Título: Método DFT para produção de tomate em ambiente protegido
Título Alternativo: DFT method for tomato production in uhheated greenhouse
Autor(es): Fontes, Paulo Cezar Rezende
Ribeiro, José Márcio Oliveira
Silva, Gildo Heringer
Assunto: Lycopersicon esculentum
Densidade de plantio
Fita gotejadora
Semente
Híbrido Carmen
Desbrota
Tutoramento
Planting density
Drip tape
Seed
Carmen hybrid
Pruning
Plant staking
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Jun-2007
Referência: FONTES, P. C. R.; RIBEIRO, J. M. O.; SILVA, G. H. Método DFT para produção de tomate em ambiente protegido. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 31, n. 3, p. 713-719, maio/jun. 2007.
Resumo: Em ambiente protegido, os gastos com sementes de cultivares híbridas e fita gotejadora influenciam, acentuadamente, o custo de produção de tomate (Lycopersicon esculentum Mill.). Para reduzir custos, idealizou-se o método denominado DFT que combina a utilização de menores densidades de plantio (D), comprimento da fita gotejadora (F) e maior número de caules por planta, especialmente tutorados (T) com fitilho. Com o presente trabalho, objetivou-se comparar os métodos DFT com o convencional (TEST) de produção de tomate em ambiente protegido. Foram realizados dois experimentos, utilizando-se o híbrido Carmen. Os tratamentos foram instalados no delineamento inteiramente casualizado, com 12 e 6 repetições nos tratamentos TEST e DFT, respectivamente, sempre circundadas por bordaduras. A produção de fruto comercial (PFC), expressa em kg m-2, verificada na TEST foi semelhante (exp.1) ou maior (exp.2) do que em DFT. Quando expressada em kg planta-1 e kg R$-1 gasto com material de consumo, a PFC foi maior no sistema DFT. O método DFT proposto pode ser utilizado na produção de tomate em ambiente protegido.
Abstract: The expenditure with seed and drip tape has remarkable influence in tomato (Lycopersicon esculentum Mill.) production cost in greenhouse. To reduce the cost, the denominated DFT method was idealized, which combines smaller planting density (D), smaller drip tape length (F) and larger stem number left in plant, especially supported (T) by plastic string attached to a trellis. The present work aimed at comparing the DFT technique with the conventional method (TEST). Two experiments were accomplished with Carmen hybrid. Treatments were laid in completely randomized design with 12 and 6 tomato plants in TEST and DFT respectively, always surrounded by border plants. Expressed as kg m-2, the commercial fruit yield (PFC) in the conventional method was similar (exp.1) and larger (exp.2) than in DFT. Expressed as kg plant-1 and kg R$-1 expended in materials, the PFC was higher in DFT system. The proposed method can be utilized in tomato production in unheated greenhouse.
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542007000300017
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback