Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/6444

Título: Parâmetros fisiológicos e índice de tolerância ao calor de bovinos da raça sindi no semi-árido paraibano
Título Alternativo: Physiological parameters and heat tolerance index of sindi breed bovine in the semi-arid of Paraiba
Autor(es): Souza, Bonifácio Benício de
Silva, Rosangela Maria Nunes da
Marinho, Melânia Loureiro
Silva, Gustavo de Assis
Silva, Elisângela Maria Nunes da
Souza, Almir Pereira de
Assunto: Eritrograma
Estresse calórico
Freqüência cardíaca
Freqüência respiratória
Temperatura retal
Erythrogran
Heat stress
Cardiac frequency
Respiratory frequency
Rectal temperature
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Jun-2007
Referência: SOUZA, B. B. de et al. Parâmetros fisiológicos e índice de tolerância ao calor de bovinos da raça sindi no semi-árido paraibano. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 31, n. 3, p. 883-888, maio/jun. 2007.
Resumo: Este trabalho foi conduzido no Centro de Saúde e Tecnologia Rural da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Paraíba. Foram utilizadas 12 fêmeas da raça Sindi, com idade média de 18 meses, com o objetivo de determinar os parâmetros fisiológicos e o índice de tolerância ao calor (ITC). Os parâmetros fisiológicos foram observados pela manhã e à tarde, semanalmente, durante 3 meses em cada estação (chuvosa e seca). Durante o período experimental as temperaturas máximas foram de 32,2 ºC e 38,2 ºC e mínimas de 24 ºC e 26º C, e o índice de temperatura do globo e umidade (ITGU) na sombra à tarde foi de 88,8 e 88,7, nas estações chuvosa e seca, respectivamente. Observou-se efeito (P<0,05) de estações sobre os parâmetros fisiológicos (temperatura retal, freqüências respiratória e cardíaca) e os hematológicos. Contudo, os parâmetros observados encontram-se nos padrões normais para a espécie bovina. Com relação a tolerância ao calor, os animais apresentaram um índice de 9,83 (nove vírgula oitenta e três), que é considerado alto. Conclui-se que esta raça está bem adaptada às condições climáticas do semi-árido.
Abstract: This experiment was carried out in the Health and Technology Center (CSTR) of the Federal University of Campina Grande (UFCG) in Paraiba. Twelve female of the Sindi breed with 18 months of age were utilized, with the objective to determine the physiological parameters and Heat Tolerance Index (HTI). The physiological parameters were observed weekly, in the morning and in the afternoon, during 3 months in each season (rainy and dry season). In the experimental period, the maximum temperatures were 32,2 ºC and 38,2 ºC, the minimum temperatures were 24 ºC and 26 ºC and the Black Globe-Humidity Index (BGHI) in the shade was 88,8 and 88,7, for the rainy and dry season, respectively. There was significant effect of the season on the physiological parameters (Rectal temperature, Respiratory Frequency and Cardiac Frequency) and on the hematological parameters. However, these parameters are considered normal to this specie. About the heat tolerance, the animals presented a index of 9,83, which is considered high. It was concluded that this breed is well adapted to the conditions of the Semi-arid region in Brazil.
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542007000300040
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback