Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/6497

Title: Avaliação do potencial hídrico foliar, umidade do solo e temperatura do ar no período pré- florescimento dos citros
Other Titles: Evaluation of the leaf water potencial, soil humidity and air temperature on the pre-bloom of citrus
???metadata.dc.creator???: Cruz, Maria do Céu Monteiro da
Rocha, Railene Hérica Carlos
Siqueira, Dalmo Lopes de
Salomão, Luiz Carlos Chamhum
Keywords: Citrus
Potencial hídrico
Florescimento
Indução floral
Water potential
Flowering
Induction floral
Publisher: Editora da Universidade Federal de Lavras
???metadata.dc.date???: 1-Oct-2007
Citation: CRUZ, M. do C. M. da et al. Avaliação do potencial hídrico foliar, umidade do solo e temperatura do ar no período pré- florescimento dos citros. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 31, n. 5, p. 1291-1296, set./out. 2007.
???metadata.dc.description.resumo???: O trabalho foi conduzido em um pomar de citros localizado no Setor de Fruticultura do Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Viçosa-UFV/Viçosa-MG, no período de março a setembro de 2004. O objetivo foi avaliar a influência do potencial hídrico das folhas e do solo sobre o florescimento da tangerineira 'Poncã', laranjeira 'Serra d'Água'e limeira ácida 'Tahiti' nas condições climáticas de Viçosa-MG. A temperatura do ar (ºC) e a precipitação pluviométrica (mm) foram avaliadas diariamente durante o período experimental. O potencial hídrico no solo e nas folhas foi avaliado em dois horários (7:00 às 8:00 h manhã e 13:00 às 14:00 h tarde). As cultivares utilizadas foram laranjeira 'Serra d'Água'(Citrus sinensis (L.) Osb.), tangerina 'Poncã' (Citrus reticulata Blanco) e limeira ácida 'Tahiti' (Citrus latifolia Tanaka.), enxertadas sobre limoeiro 'Cravo' (Citrus limonia Osb.). Observou-se que o potencial hídrico foliar dos citros diminuiu sob condições de altas temperaturas e déficit hídrico no solo, entretanto, varia em função dos cultivares, observando-se os maiores valores para a limeira 'Tahiti'. O florescimento ocorreu após um período de baixas temperaturas seguido por uma redução do potencial hídrico do solo. A limeira ácida 'Tahiti' é mais precoce, quando comparada com a tangerineira 'Poncã' e a laranjeira 'Serra D'Água'.
Abstract: This study was carried out to evaluate the influence of leaf and soil water potential on flowering of 'Ponkan' mandarin, 'Tahiti' acid lime, and 'Serra d'Água' orange trees under the climate conditions of Viçosa State de Minas Gerais. The experiment was carried out at the Federal University of Viçosa-UFV, in an orchard located in the Fruit crop Sector of the Crop Sciences Department in the period of March to September of 2004. Were evaluate daily during the experimental period the air temperature (ºC) and the pluvial precipitation (mm). The soil and the leaf water potential ware analyzed at 7:00 to 8:00 a.m., and from 1:00 to 2 p.m. Were used the 'Serra d'Água' orange (Citrus sinensis (L.) Osb) and 'Ponkan' mandarin (Citrus reticulata Blanco) and 'Tahiti' acid lime (Citrus latifolia Tanaka.) trees grafted on 'Rangpur' lime (Citrus limonia Osb.). The leaf water potential of citrus decreased under conditions of high temperature and hydric deficit in soil, however, changes in function the cultivars, being observed the largest values for the 'Tahiti' lime. The flowering happened after a period of low temperatures and soil water potential. 'Tahiti' acid lime was more precocious when compared to 'Ponkan' mandarin and to 'Serra d'Água'orange.
Other Identifiers: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542007000500003
???metadata.dc.language???: pt
Appears in Collections:Ciência e Agrotecnologia

Files in This Item:

There are no files associated with this item.

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback