Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/6529
Título: Efeito da adição de cloreto de cálcio sobre a qualidade espermática e atividade da aspartato amino transferase no sêmen resfriado de suíno
Título(s) alternativo(s): Effect of adding calcium chloride on the spermatic quality and aminotransferase aspartate in cool swine semen
Autor: Lima, Fernanda Pinheiro
Murgas, Luis David Solis
Oliveira, Silvio Luiz de
Lima, Daniele de
Alvarenga, Ana Luisa Neves
Fialho, Elias Tadeu
Palavras-chave: Sêmen resfriado
Suínos
Parâmetros espermáticos
Cooled semen
Swine
Seminal parameters
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Data: 1-Out-2007
Referência: LIMA, F. P. et al. Efeito da adição de cloreto de cálcio sobre a qualidade espermática e atividade da aspartato amino transferase no sêmen resfriado de suíno. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 31, n. 5, p. 1506-1511, set./out. 2007.
Resumo: O experimento foi realizado com o objetivo de testar dois processos de resfriamento de sêmen suíno, analisar o efeito da adição de CaCl2 ao diluidor BTS e testar o método de avaliação do perfil enzimático da Aspartato Aminotransferase (AAT) sobre a qualidade espermática. Foram utilizados 12 ejaculados suínos de animais procedentes do setor de Suinocultura - DZO/UFLA. Estes ejaculados foram diluídos e receberam diferentes concentrações de CaCl2 (A: 0,0; B: 2,5; C: 5,0 e D: 7,5 mM). As amostras dos ejaculados foram submetidas a três processos de resfriamento (1: convencional - 15º C ; 2: lento - 15º C/5º C; 3: rápido - 5º C), sendo que cada ejaculado ficou armazenado por um período de 72 horas para avaliações da qualidade espermática, constituindo os tratamentos experimentais. Os parâmetros seminais avaliados foram motilidade e vigor espermáticos e perfil enzimático da AAT. Houve diferença significativa (P<0,05) quanto aos níveis de CaCl2 para o parâmetro de motilidade espermática, sendo que níveis maiores deste sal apresentaram resultados mais favoráveis à motilidade espermática. Para as variáveis vigor espermático e para o perfil da AAT não foi observado efeito da adição deste sal. Quanto ao processo de resfriamento, foi observada diferença significativa (P<0,05) para os parâmetros de motilidade e vigor espermáticos. Para o perfil enzimático não foi observado diferença significativa (P>0,05). Conclui-se que a adição de CaCl2 melhora a motilidade espermática das amostras dos ejaculados suínos e que o processo de resfriamento lento substitui o processo convencional sem afetar a qualidade espermática do sêmen submetido à refrigeração. A avaliação da AAT não é válida para sêmen resfriado.
Abstract: The study was carried out with objective to test two swine semen cooling processes and verify the effects of adding chloride of calcium (CaCl2) on semen dilutor BTS and also to test the evaluation method of Aspartate Aminotransferase (AAT) enzymatic profile on the cooled swine semen spermatic quality. Were used twelve samples of ejaculation of breeders supplied by the Swine Breeding section at the DZO/UFLA. The samples were diluted and received different concentrations of CaCl2 (A: 0.0; B: 2.5; C 5.0; D 7.5mM). The samples of ejaculation were submitted to three processes of cooling: 1 – standard cooling (15º C); 2 – slow cooling (15º C/ 5º C); 3 – fast cooling (5º C), and each sample of ejaculation was stored for a period of 72 hours to evaluation of spermatic quality, over all experimental treatments. The seminal parameters evaluated were the spermatic motility and strength and enzymatic profile of the AAT. A meaningful difference was verified (P< 0.05) in the levels of CaCl2 for the parameters of spermatic motility, high levels of this salt showed better results in this parameter . The variables spermatic strength and AAT profile, shown no effects for any addition of CaCl2 . For the cooling process, a meaningful difference was verified (P<0.05) in the parameters of spermatic motility and strength. No effects were observed concerning the enzymatic profile of the AAT (P>0.05). It was concluded that the adding of CaCl2 did improve the spermatic motility of the samples of swine ejaculations and that the process of slow cooling is able to replace the standard process without affecting the spermatic quality of semen submitted to cooling. The assessment of AAT is not valid to cooled semen.
Outras Identificações : http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542007000500035
Idioma: pt
Aparece nas coleções:Ciência e Agrotecnologia

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.