Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/6546
Título: Diversidade genética entre acessos de açaizeiro baseada em marcadores RAPD
Título(s) alternativo(s): Genetic diversity among accessions of assai palm based on rapd markers
Autor: Oliveira, Maria do Socorro Padilha de
Amorim, Edson Perito
Santos, João Bosco dos
Ferreira, Daniel Furtado
Palavras-chave: Euterpe oleracea
Variabilidade genética
Dissimilaridade
Marcadores moleculares
Genetic variability
Dissimilarity
Molecular markers
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Data: 1-Dez-2007
Referência: OLIVEIRA, M. do S. P. de et al. Diversidade genética entre acessos de açaizeiro baseada em marcadores RAPD. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 31, n. 6, p. 1645-1653, nov./dez. 2007.
Resumo: Caracterizou-se a diversidade genética entre acessos de açaizeiro por meio de marcadores RAPD. Foram analisados 116 acessos conservados na coleção de germoplasma da Embrapa Amazônia Oriental, Belém, PA com base em 28 primers. A matriz binária foi utilizada para a obtenção das dissimilaridades genéticas, pelo complemento artimético do coeficiente de similaridade de Dice, e também para a análise de bootstrap. As dissimilaridades genéticas foram representadas em um dendrograma gerado pelo método UPGMA. Os primers revelaram 263 bandas polimórficas e apresentaram ampla diversidade genética entre os acessos, variando de 0,06 a 0,67, sendo dois acessos de Chaves, PA, os mais divergentes. Mas, alguns acessos da mesma procedência apresentaram baixas dissimilaridades. O dendrograma permitiu a formação de oito grupos, delimitados pela dissimilaridade genética média (dg m: 0,40): dois formados por um único acesso; dois constituídos por dois acessos e os demais por vários subgrupos com acessos de diferentes locais. O número ideal de bandas para a estimativa da diversidade genética entre os 116 acessos foi de 180. Logo, o número de bandas empregado neste estudo foi eficiente para caracterizar com precisão as relações genéticas entre os acessos de açaizeiro. Os acessos divergentes devem ser úteis na formação de coleções nucleares e em programas de melhoramento genético.
Abstract: One characterized the genetic diversity among accessions of assai palm using RAPD markers. One hundred and sixteen accessions conserved in the Embrapa Eastern Amazon germplasm collection, in Belém, PA, were analyzed using 28 primers. The data of the binary matrix were used to estimate the genetic dissimilarities using the arithmetical complement of Dice similarity coefficient and also for the bootstrap analysis. The genetic dissimilarities were represented in a dendrogram generated by the UPGMA method. The primers revealed 263 polymorphic RAPD loci presented wide genetic diversity among the accessions, varying from 0,06 to 0,67, being two accessions of the Chaves, PA the most divergent. But, some accessions of the same origin presented low dissimilarities. The dendrogram allowed the formation of eight groups delimited by the genetic mean dissimilarity (dgm: 0,40): two formed by a single accession; two constituted by two accessions and the others for several sub-groups with accessions of different origin. The ideal number of bands for estimating the genetic diversity among 116 accessions was 180. Therefore, the number of bands used in this study was efficient to characterize with precision the genetic relationship among the accessions of assai palm. The accessions divergent should be useful in the formation of nuclear collections and genetic breeding.
Outras Identificações : http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542007000600007
Idioma: pt
Aparece nas coleções:Ciência e Agrotecnologia

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.