Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/6574

Título: Avaliação de forrageiras de inverno irrigadas sob pastejo
Título Alternativo: Evaluation of cool season forage species irrigated under grazing
Autor(es): Moreira, Andréia Luciane
Reis, Ricardo Andrade
Ruggieri, Ana Cláudia
Saran Junior, Arlindo José
Assunto: Aveia preta
Sistema de plantio direto
Sorgo sudão
Triticale
Bristle oat
No-tillage system seeding
Sorghum sudan grass
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Dez-2007
Referência: MOREIRA, A. L. et al. Avaliação de forrageiras de inverno irrigadas sob pastejo. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 31, n. 6, p. 1838-1844, nov./dez. 2007.
Resumo: O experimento foi conduzido na UNESP - Jaboticabal com o objetivo de obter informações sobre o rendimento de matéria seca (RMS) e composição química das forrageiras de inverno, aveia preta (Avena strigosa Schreb) e triticale (X Triticosecale Wittmack), em plantio direto sob palhada de área com milheto (Pennisetum americanum (L.) K. Schum.) ou híbrido sorgo sudão (Sorghum bicolor (L.) Moench x Sorghum sudanense (Piper) Stapf) submetidas a pastejo. A forragem foi rebaixada por vacas da raça Holandês. O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados, em arranjo de parcelas subdivididas, sendo analisado nas parcelas as espécies forrageiras e nas sub-parcelas as épocas de pastejo, com quatro repetições. Os tratamentos testados foram: AS: Aveia Preta sobre palhada de sorgo; AM: Aveia preta sobre palhada de milheto; TS: Triticale sobre palhada de sorgo; e, TM: Triticale sobre palhada de milheto. As pastagens apresentaram RMS semelhantes e, em relação às épocas de avaliação observou-se menor rendimento no segundo corte. Foram observados maiores teores de PB e de FDA na forragem colhida no primeiro corte e de hemicelulose no segundo corte, enquanto os valores de FDN não foram diferentes. A forragem de triticale apresentou menor conteúdo de PB e maiores teores de constituintes da parede celular.
Abstract: The research was carried out at UNESP – Jaboticabal to evaluate the dry matter yield (YMP), chemical composition of the cool season forage species: oat (Avena strigosa Schreb) and triticale (X Triticosecale Wittmack) no-till seeding in annual summer species cultivated area with pearl millet (Pennisetum americanum (L.) K. Schum.) or sorghum-sudangrass hybrid (Sorghum bicolor (L.) Moench x Sorghum sudanense (Piper) Stapf). The forage was grazed by Holstein cows in rotational stocking system. It was used the completely randomized outline in split plot scheme with four replications. In the first experiment the following treatments were evaluated: AS - oat no-till seeding in sorghum-sudangrass hybrid stubble, AM - oat no-till seeding in pearl millet stubble, TS - triticale no-till seeding in sorghum-sudangrass hybrid stubble, and TM - Triticale no-till seeding in pearl millet stubble. The forages presented similar dry matter evaluation, however the YMP decreased on the second evaluation. It was observed highest crude protein, ADF on the first yield and hemicellulose on the second evaluation. The harvest time did not affect the forage NDF content. Triticale showed lower CP and higher cell wall content compared to the oat forage.
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542007000600035
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback