Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/6575

Título: Comportamento e parâmetros fisiológicos de leitões nas primeiras 24 horas de vida
Título Alternativo: Valuation of behavior and physiologic parameters of the first 24 hours of sucking pigs life
Autor(es): Ferreira, Rony Antonio
Chiquieri, Julien
Mendonça, Pedro Pierro
Melo, Thiago Vasconcelos
Cordeiro, Mariana Duran
Soares, Rita da Trindade Ribeiro Nobre
Assunto: Suínos
Temperatura retal
Termorregulação
Swine
Rectal temperature
Thermoregulation
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Dez-2007
Referência: FERREIRA, R. A. et al. Comportamento e parâmetros fisiológicos de leitões nas primeiras 24 horas de vida. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 29, n. 6, p. 1845-1849, nov./dez. 2007.
Resumo: Um experimento foi conduzido no setor de Suinocultura da Universidade Estadual do Norte Fluminense, com o objetivo de avaliar o comportamento e parâmetros fisiológicos de leitões nas primeiras 24 horas de vida. Foram utilizados 82 leitões de genética comercial para crescimento rápido, sendo realizadas observações a cada cinco minutos do comportamento dos animais. Foram mensuradas as temperaturas retal e de superfície, além da freqüência respiratória em intervalo de uma hora. Os resultados obtidos com o estudo comportamental demonstraram que os leitões passam mais da metade (53,8%) do seu primeiro dia de vida dormindo dedicando somente 31,2% à ingestão de leite. A temperatura retal dos leitões recém nascidos e a temperatura superficial da pele aumentaram (P<0,05) após nove horas de vida. Entretanto, a temperatura superficial no pernil não foi influenciada (P>0,05) nas primeiras 24 horas de vida. A freqüência respiratória não foi influenciada (P>0,05). Leitões recém-nascidos com genética para alta deposição de tecido magro apresentam reação ao ambiente logo nas primeiras horas de vida. A elevação das temperaturas retal e superficial dos animais evidenciaram tentativa de controle termorregulatório a partir da nona hora de vida.
Abstract: An experiment was carried out in the swine sector of North Fluminense State University to evaluate the behavior and physiological parameters of piglets in the first 24 hours of life. A total of 82 growing piglets from commercial genetic lines were used. Observations of individual piglet behavior were made each five minutes. Rectal and superficial temperature of the piglets were evaluated. Moreover, respiratory frequency was observed each one-hour interval. Results showed that piglets take a little more than half of their first day of life time sleeping (53,8%) and only 31,2% sucking. Rectal and superficial temperature increased after nine hours of life. However, superficial temperature of ham and respiratory frequency were not influenced. Newborn piglets from commercial genetic lines showed reaction to environment in the first hour of life. Moreover, the increase in rectal and superficial temperature evidenced attempt to maintain thermoregulatory control after nine hours of life.
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542007000600036
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback