Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/6580

Título: Efeito da temperatura e do tegumento na germinação de sementes de Calophyllum brasiliense
Título Alternativo: Effect of temperature and coat in the germination of Calophyllum brasiliense seeds
Autor(es): Nery, Fernanda Carlota
Alvarenga, Amauri Alves de
Justo, Cristina Filomena
Dousseau, Sara
Vieira, Carlos Vinício
Assunto: Recalcitrante
Curva de embebição
Guanandi
Recalcitrant
Imbibition curve
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Dez-2007
Referência: NERY, F. C. et al. Efeito da temperatura e do tegumento na germinação de sementes de Calophyllum brasiliense. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 31, n. 6, p. 1872-1877, nov./dez. 2007.
Resumo: A crescente demanda por informações de espécies com potencial para serem implantadas em ambientes degradados, torna fundamental o conhecimento fisiológico da germinação de sementes, visando sua exploração mais racional. Objetivou-se neste trabalho, estudar o comportamento da embebição das sementes, determinar a temperatura ótima da germinação e o efeito da retirada de tegumento sobre a germinação de sementes de Calophyllum brasiliense Cambess. O teste de germinação foi realizado em rolos de papel, com quatro repetições de 25 sementes, em delineamento inteiramente casualizado. Os resultados da curva de embebição demonstraram que o envoltório (endocarpo + tegumento) dificulta a absorção de água pela semente. Quanto à temperatura, observou-se uma maior germinabilidade nos regimes térmicos de 30ºC (constante) e 30/20ºC (alternada), sendo que, o maior índice de velocidade de germinação (IVG) também ocorreu a 30ºC. As sementes incubadas a 10ºC, 15ºC e 40ºC não germinaram. Menores valores de tempo médio de germinação foram observados nos regimes térmicos de 30ºC, 30/20ºC e 35ºC. Não foram verificadas diferenças significativas quanto à germinabilidade das sementes com e sem tegumento, porém, o tegumento reduziu a velocidade de germinação.
Abstract: Due to the increasing demand for informations about species with potential for being introduced in degraded environment, it is important the physiological knowledge of seeds germination, aiming their rational exploration. The objective of this research was to evaluate the behaviour of seed imbibition, to determine the germination optimum temperature and the effect of coat seeds withdrawing in the germination of Calophyllum brasiliense Cambess. The germination was performed in paper rolls, with four replicates of 25 seeds each, disposed in a complete randomized design. The results of imbibition curve showed that seed-coat has as hindance for the water absorption by seed. In relation to temperature, it was observed a higher germination percentage at 30ºC (constant) and 30/20ºC (alternate). Higher speed germination index (IVG) was also observed at 30ºC. The seeds incubated at 10ºC, 15ºC and 40ºC did not germinate. The lowest values of germination mean time was at 30ºC, 30/20ºC and 35ºC. No significative differences were verified in relation to germinability with and without tegument, although the tegument reduced the germination rate.
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542007000600041
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback