Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/6698

Título: Organogênese em capítulos florais e avaliação de características anatômicas da folha de Gerbera jamesonii Adlam
Título Alternativo: Capitulum organogenesis and anatomical characterization of Gerbera jamesonii Adlan leaves
Autor(es): Rezende, Rodrigo Kelson Silva
Paiva, Luciano Vilela
Paiva, Renato
Chalfun Júnior, Antônio
Torga, Paula Pereira
Castro, Evaristo Mauro de
Assunto: Micropropagação
Aclimatação
Gerbera jamesonii
Micropropagation
Acclimatization
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Jun-2008
Referência: REZENDE, R. K. S. et al. Organogênese em capítulos florais e avaliação de características anatômicas da folha de Gerbera jamesonii Adlam. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 32, n. 3, p. 821-827, maio/jun. 2008.
Resumo: Objetivou-se determinar um protocolo de micropropagação por organogênese indireta em capítulos florais de gérbera (Gerbera jamesonii Adlam) e comparar as características anatômicas de folhas de gérbera obtidas in vitro com as mantidas em condições in vivo. Capítulos florais de gérbera foram utilizados como fonte inicial de explantes para a indução de calos e regeneração. As brotações obtidas foram enraizadas in vitro e, após 30 dias, as plântulas foram aclimatizadas. Posteriormente, foram realizados estudos anatômicos de folhas provenientes do cultivo in vivo e in vitro. Obtiveram-se em média 3,2 brotações e 6,6 folhas a partir da indução de calos em capítulos florais de gérbera. Foi observada a formação de raízes na ausência e na presença de ANA, obtendo-se 100% de enraizamento. A suplementação do meio de cultura com doses crescentes de ANA promoveram um aumento linear no número de raízes e no comprimento médio de raízes. As plântulas provenientes do cultivo in vitro apresentaram taxa de 100% de sobrevivência na aclimatização. As estruturas foliares desenvolvidas in vivo apresentaram as epidermes adaxial e abaxial, parênquimas paliçádico e esponjoso mais espessos que no cultivo in vitro. O sistema vascular em folhas produzidas in vivo é mais desenvolvido que in vitro.
Abstract: The objective was to determine a micropropagation protocol for indirect organogenesis and to compare the anatomical characteristics of leaves of gerbera (Gerbera jamesonii Adlam) obtained in vitro with the leaves maintained in vivo conditions. Capitulum explants of gerbera were taken as an initial source of explants to induce callus and regeneration. The obtained shoots were rootted in vitro and after 30 days seedlings were acclimatized.Thus, anatomical studies of leaves originating from of the in vivo and in vitro cultivation were taken. On average it was obtained 3,2 shoots and 6,6 leaves from the induction of callus in capitulum explants of gerbera. The formation of roots was observed in the presence and absence of NAA, obtaining 100% of rooting. The supplementation of NAA to the medium promoted a linear increase in the number of roots and in the mean length of roots. Seedlings from the in vitro cultivation showed rate of 100% of survival in the acclimatization. The foliar structures developed in vivo showed adaxial epidermis, palisade parenchyma, spongy parenchyma and abaxial epidermis thicker than in the in vitro cultivation. The vascular system in leaves produced in vivo is more developed than in vitro.
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542008000300018
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback