Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/6725

Título: Seleção para alto teor de acilaçúcares em genótipos de tomateiro e sua relação com a resistência ao ácaro vermelho (Tetranychus evansi) e à traça (Tuta absoluta)
Autor(es): Pereira,Guilherme Victor Nippes
Maluf,Wilson Roberto
Gonçalves,Luciano Donizete
Nascimento,Ildon Rodrigues do
Gomes,Luís Antônio Augusto
Licursi,Vicente
Assunto: Melhoramento do tomateiro
acilaçúcares
traça do tomateiro
ácaro
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Jun-2008
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542008000300045
Informações adicionais: Uma das estratégias do melhoramento do tomateiro, no Brasil, visando à resistência a pragas, tem sido a utilização de aleloquímicos presentes nos folíolos. Objetivou-se no presente trabalho, estudar os níveis de resistência a dois artrópodos-pragas [traça do tomateiro (Tuta absoluta) e ácaros (Tetranychus evansi)], em genótipos previamente selecionados com base apenas no seu teor foliar de acilaçúcares. Foram selecionadas 11 plantas contrastantes quanto aos níveis de acilaçúcares nos folíolos, de uma população F3RC2, derivada do cruzamento interespecífico Lycopersicon esculentum Mill 'TOM-584' x Lycopersicon pennellii (Correll) D'Arcy 'LA-716'. Esses genótipos, juntamente com os genitores TOM-584 e LA-716, foram submetidos a ensaios de repelência/resistência a artrópodos-pragas. No teste de repelência ao ácaro T. evansi, as plantas com altos teores de acilaçúcares se comportaram de forma semelhante ao genitor resistente LA-716. As magnitudes das correlações foram negativas e significativas, confirmando assim a associação entre altos teores do aleloquímico e a resistência (repelência) ao ácaro, avaliada pela distância percorrida. No ensaio realizado com a traça do tomateiro, os genótipos foram avaliados para danos nas plantas e lesões nos folíolos. Os genótipos contendo alto teor de acilaçúcares, demonstraram bons níveis de resistência a Tuta absoluta, não diferindo significativamente do acesso selvagem LA-716. Em todas as épocas de avaliação, os teores de acilaçúcares mostraram-se alta e negativamente correlacionados com os níveis de dano causados pela traça. Os resultados obtidos comprovaram a eficiência da seleção de genótipos de tomateiro com elevados teores de acilaçúcares nos folíolos, visando à resistência a artrópodos-praga.
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback