Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/6747

Título: Populações de minhocas em sistemas agroflorestais com café convencional e orgânico
Título Alternativo: Earthworms populations in agroforestry systems with conventional and organic coffee
Autor(es): Aquino, Adriana Maria de
Melovirgínio Filho, Elias de
Ricci, Marta dos Santos Freire
Casanoves, Fernando
Assunto: Coffea arabica
Microclima
Biodiversidade
Fauna do solo
Sombreamento
Microclimate
Biodiversity
Soil fauna
Shading
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Ago-2008
Referência: AQUINO, A. M. de et al. Populações de minhocas em sistemas agroflorestais com café convencional e orgânico. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 32, n. 4, p. 1184-1188, jul./ago. 2008.
Resumo: Objetivou-se, neste estudo, determinar se as populações das minhocas são alteradas em função do manejo do café (Coffea arabica) em Turrialba, CostaRica. Os seguintes sistemas de cultivo do café foram estudados: a pleno sol (PS) e sombreado com eritrina, Erythrina poeppigiana (E); terminalia, Terminalia amazonia (T) e cashá, Chloroleucon eurycyclum (Ab). A hipótese foi de que o manejo orgânico do café e o fornecimento da serapilheira de melhor qualidade favoreceria a diversidade, a densidade e a biomassa das minhocas. As populações das minhocas foram alteradas, em função do manejo com insumos sintéticos ou orgânicos , sendo a densidade menor no café a pleno sol. Entre as espécies utilizadas no sombreamento, a eritrina parece limitar a abundância das minhocas. Contudo, favorece a diversidade das mesmas, tendo sido registradas duas espécies de minhocas com papéis ecológicos diferenciados, Pontoscolex corethrurus, endogeica e Metaphire californica, anécica; ao contrário dos demais tratamentos, onde somente foi encontrada a primeira espécie, considerada cosmopolita com distribuição pantropical.
Abstract: The aim of this study was to determine whether the populations of the earthworms are altered by coffee systems in Turrialba, Costa Rica. The following coffee management systems were studied: the sun and shading with Erythrina poeppigiana; terminalia, Terminalia amazonia or cashá, Chloroleucon eurycyclum. The hypothesis was that the organic management of the coffee and the litter input of better quality would favor the diversity, the density and the biomass of the earthworms. The populations of earthworms were differentiated with the synthetic or organic input. However, the density was lower in the coffee under the sun anyone the used species in the agroforestry, the eritrina seems to limit the abundance of the earthworms, but it favors the diversity of the same ones, being registered two species of earthworms with differentiated ecological roles, Pontoscolex corethrurus, endogeic, specie cosmopolita with pantropical distribution and Metaphire californica, anecic. On the contrary of other treatments where only the first species was found.
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542008000400022
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback