Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/6749

Título: Produção da capuchinha em cultivo solteiro e consorciado com os repolhos verde e roxo sob dois arranjos de plantas
Título Alternativo: Yield of nasturtium in monocrop and intercropped with 'green' and 'purple' cabbage under two arrangements of plants
Autor(es): Moraes, Ademir Antunes
Vieira, Maria do Carmo
Zárate, Néstor Antonio Heredia
Teixeira, Itamar Rosa
Rodrigues, Edson Talarico
Assunto: Brassica oleracea var. capitata
Tropaeolum majus
Associação de culturas
Crop association
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Ago-2008
Referência: MORAES, A. A. et al. Produção da capuchinha em cultivo solteiro e consorciado com os repolhos verde e roxo sob dois arranjos de plantas. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 32, n. 4, p. 1195-1202, jul./ago. 2008.
Resumo: Objetivou-se, neste trabalho, estudar a produção de flores da capuchinha e das " cabeças" do repolho, cultivadas como culturas solteiras e consorciadas. Foi estudada a capuchinha 'Jewel' (Ca), em cultivo solteiro e consorciado com os repolhos de folhas verdes 'Sooshu' (RV) ou roxas 'Red Extra Early' (RR), sob duas (2) ou três (3) fileiras de plantas no canteiro. Os dez tratamentos resultantes (Ca2, Ca3, RV2, RV3, RR2, RR3, Ca2RV3, Ca3RV2, Ca2RR3, Ca3RR2) foram arranjados no delineamento experimental blocos casualizados, com três repetições. As colheitas das flores da capuchinha foram efetuadas entre 30 e 155 dias após o transplante (DAT) e as das " cabeças" dos repolhos, entre 102 e 140 DAT. O maior número de flores e a maior massa fresca das flores da capuchinha foi em cultivo solteiro (12.022.220 ha-1 e 8,20 t ha-1, respectivamente). No consórcio, os maiores valores foram com o repolho roxo (7.555.560 ha-1 e 5,04 t ha-1, respectivamente). As produções médias de massas fresca das " cabeças" do repolho com folhas verdes em cultivo solteiro e consorciado foram de 33,78 e 35,76 t ha-1 e do repolho roxo foram de 23,19 e 19,50 t ha-1, respectivamente. O cálculo da razão de área equivalente foi de 1,56 (Ca2RV3), 1,33 (Ca3RV2), 1,30 (Ca2RR3) e 1,45 (Ca3RR2), indicando ser viável cultivar em consórcio. Considerando a renda bruta, pode-se concluir que o consórcio da capuchinha e do repolho foi viável para o produtor de repolho, devendo optar-se pelo arranjo Ca2RV3. O produtor de capuchinha deve optar pelo cultivo solteiro, com duas fileiras no canteiro.
Abstract: This work has as aim to study yield of nasturtium flowers and of cabbage 'heads' that were cultivated as monocrops and intercrops. 'Jewel' nasturtium (Ca) was studied in monocrop and intercropped with 'Sooshu' green leaves (RV) or 'Red Extra Early' purple leaves (RR) cabbages, under two (2) or three (3) rows of plants per plot. The ten resultant treatments (Ca2, Ca3, RV2, RV3, RR2, RR3, Ca2RV3, Ca3RV2, Ca2RR3, Ca3RR2) were arranged in a randomized block experimental outline, with three replications. Harvests of nasturtium flowers were between 30 and 155 days after transplant (DAT) and the ones of cabbages between 102 and 140 DAT. The highest number and the greatest fresh mass of nasturtium flowers (12,022,220 ha-1 and 8.20 t ha-1, respectively) were obtained from monocrop system. For intercropping, the highest values were with purple cabbage (7,555,560 ha-1 and 5.04 t ha-1, respectively. Average yields of fresh mass of cabbage plants of green leaves in monocrop system and intercropped were of 33.78 and 35.76 t ha-1 and of plants with purple leaves were of 23.19 and 19.50 t ha-1, respectively. Land Equivalent Ratios were 1.56 (Ca2RV3), 1.33 (Ca3RV2), 1.30 (Ca2RR3) and 1.45 (Ca3RR2), what indicates that is viable to cultivate in monocrop system. Considering the gross income one may conclude that the intercrop of nasturtium and cabbage was viable for cabbage producer, who must opt for the Ca3RR2 arrangement. For nasturtium producer, the monocrop system with two rows per plot was the best.
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542008000400024
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback