Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/6898

Título: Desempenho de borregas Santa Inês alimentadas com duas fontes de nitrogênio não-protéico em dietas formuladas estimulando a síntese de proteína microbiana ruminal
Título Alternativo: Performance of Santa Ines ewe lambs fed with two non-protein nitrogen sources in diets formulated to stimulate the ruminal microbial protein synthesis
Autor(es): Quintão, Fábio Arantes
Pérez, Juan Ramón Olalquiaga
Salvador, Flávio Moreno
Siqueira, Guilherme Benko de
Geraseev, Luciana Castro
Assunto: Manejo alimentar
Nitrogênio não-protéico
Nutrição
Ovinos
Potencial de crescimento microbiano
Ruminantes
Feeding management
Microbial growth
Non-protein nitrogen
Nutrition
Sheep
Ruminant
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Fev-2009
Referência: QUINTAO, F. A. et al. Desempenho de borregas Santa Inês alimentadas com duas fontes de nitrogênio não-protéico em dietas formuladas estimulando a síntese de proteína microbiana ruminal. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 33, n. 1, p. 279-284, jan./fev. 2009.
Resumo: O experimento foi realizado na Universidade Federal de Lavras (UFLA), com o objetivo de avaliar a eficiência de utilização de duas fontes de NNP (uréia e da amiréia), bem como o nível de intensidade para a síntese de proteína microbiana ruminal sobre o desempenho de ovinos. Foram utilizadas 24 borregas da raça Santa Inês distribuídas em um delineamento experimental inteiramente casualizado, em um esquema fatorial 2x3, sendo duas fontes de NNP e três níveis de intensidade na síntese de proteína microbiana ruminal (100% do potencial de síntese, 60% do potencial de síntese e síntese mínima, apenas suficiente para atendimento da exigência em proteína metabolizável). As variáveis analisadas foram: ingestão de MS (IMS), ganho de peso médio diário e conversão alimentar. Os resultados obtidos demonstraram que a maximização da síntese de PB microbiana, independentemente do tipo de fonte de NNP utilizada, não influenciou no desempenho animal, consumo e conversão alimentar. Para ovinos na proximidade do tamanho adulto, quando não se objetiva elevados níveis de desempenho, o não atendimento do potencial do rúmen em sintetizar proteína microbiana não resulta em pior desempenho na produção animal.
Abstract: The experiment was carried out at Federal University of Lavras (UFLA), with the aim of evaluating the efficiency of using two non-protein nitrogen sources (urea and amireia), as well as the level of intensity for the synthesis of ruminal microbial protein upon the ewe performance. Twenty-four female lambs of Santa Inês breed distributed into a completely randomized experimental design in a factorial scheme 2x3 were used, being two sources of NPN and three levels of microbial synthesis intensity (100% and 60% of synthesis potential and minimal synthesis). The variables studied were DM intake, daily average weight gain and feed conversion. The results showed that maximizing the microbial protein synthesis did not influence the animal performance independently of the NPN source. For sheep close to the mature size, when the objective is not to reach high levels of, not attending the maximum microbial protein synthesis potential does not result in a worse performance.
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542009000100038
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback