Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/6909

Título: Calogênese e teores de fenóis e tatinos totais em barbatimão [stryphnodendron adstringens (mart.) coville]
Título Alternativo: Callogenesis and contents of total phenols and tannins in barbatimão [Stryphnodendron adsrtingens (Mart.) Coville]
Autor(es): Castro, Ana Hortência Fonsêca
Paiva, Renato
Alvarenga, Amauri Alves de
Vitor, Stephania Maíra Machado
Assunto: Planta medicinal
Cerrado
Calos
2,4-D
BAP
Stryphnodendron adsrtingens
Barbatimão
Medicinal plant
Savannah
Callus
Barbatimão
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Abr-2009
Referência: CASTRO, A. H. F. et al. Calogênese e teores de fenóis e tatinos totais em barbatimão [stryphnodendron adstringens (mart.) coville]. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 33, n. 2, p. 385-390, mar./abr. 2009.
Resumo: Atualmente, culturas de células ou de suspensões celulares têm sido frequentemente empregadas para produzir fitoterápicos com maiores concentrações de princípios ativos. O barbatimão é uma importante espécie medicinal do Cerrado, com taninos nas cascas do caule. Objetivando-se induzir calos em barbatimão e avaliar os teores de fenóis e taninos totais, explantes foliares foram inoculados em meio MS suplementado com 30 g L-1 sacarose e acrescidos de 2,4-D (0; 4,52; 9,05; 18,10 μM ) e BAP (0; 4,44; 8,88; 17,75 μM ), na presença e ausência de luz. A calogênese ocorreu em meios contendo 2,4-D, na presença de luz. O número de calos não variou com as concentrações de 2,4-D e maiores valores de matérias fresca e seca de calos e teores de fenóis totais foram observados em meios com 9,05 μM e 18,10 μM de 2,4-D, na presença e ausência de luz. Com BAP, a calogênese ocorreu na ausência de luz, com maior produção de calos na presença de 4,44 e 8,88 μM de BAP e maiores valores de matéria fresca e seca em meios com 4,44 μM de BAP. Calos crescidos em meios suplementados 4,44 e 17,75 μM de BAP apresentaram maiores teores de fenóis totais. Não se detectaram taninos, independente do regulador empregado.
Abstract: Recently, cell cultures and cell suspensions have been frequently employed to produce phytotherapics with high amounts of active principles. Barbatimão is a native species from the Cerrado, with tannins in the stem bark. In order to induce callus in barbatimão and evaluate the content of total phenols and tannins, leaf explants were inoculated on MS medium, supplemented with sucrose 30 g L1 and 2,4-D (0, 4.52, 9.05, 18.10 μM ) and BA (0, 4.44, 8.88, 17.75 μM ), in the presence and absence of light. The callogenesis occurred on medium containing 2,4-D, in the presence of light. The callus number did not alter with the different concentrations of 2,4-D but higher values of dry and fresh matter of the callus and total phenol contents were observed in medium with 9.05 μM and 18.10 μM of 2,4-D, independently of the light treatment. In treatments with BA, the callogenesis occurred in the absence of light and higher callus induction was observed in medium supplemented with 4.44 and 8.88 μM BA in the absence of light and higher values of dry and fresh matter of the callus were observed in medium increased with 4.44 μM BA. Callus grown on medium supplemented with 4.44 and 17.75 μM BA showed higher total phenol content. Tannins were not detected independently of the regulator used.
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542009000200004
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback