Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Ecologia Aplicada - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/694

Título: Formigas como indicadoras de impacto e reabilitação em áreas de mineração
Autor(es): Queiroz, Antônio César Medeiros de
Orientador: Ribas, Carla Rodrigues
Membro da banca: Pompeu, Paulo dos Santos
Campos, Ricardo Idelfonso de
Área de concentração: Ecologia e Conservação de Recursos Naturais em Ecossistemas Fragmentados e Agrossistemas
Assunto: Comunidade de formiga
Biodiversidade
Quadrilátero ferrífero
Restauração ecológica
Sazonalidade
Ant community
Biodiversity
Iron quadrangle
Restoration ecology
Seasonality
Data de Defesa: 22-Fev-2013
Data de publicação: 2013
Referência: QUEIROZ, A. C. M. de. Formigas como indicadoras de impacto e reabilitação em áreas de mineração. 2013. 132 p. Dissertação (Mestrado em Ecologia Aplicada)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.
Resumo: O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da mineração e sazonalidade sobre a estrutura da comunidade de formigas e a eficácia de diferentes tipos de reabilitação pós-mineração utilizando formigas como bioindicadoras. Para tanto foram selecionadas áreas impactadas pela mineração, em reabilitação e controle em Nova Lima, Minas Gerais, Brasil. Em cada ponto amostral foram instaladas armadilhas do tipo pitfall nos estratos hipogeico, epigeico e arborícola para captura de formigas e mensuradas as seguintes variáveis ambientais: riqueza, densidade, altura e circunferência à altura da base das plantas; estrutura da vegetação herbácea e arbustiva; peso e diversidade da serapilheira e cobertura do dossel. A atividade da mineração, realizada após supressão da vegetação, altera profundamente a estrutura do solo afetando a disponibilidade de alimento e sítios de nidificação para as formigas. A sazonalidade impõe a diminuição da disponibilidade de recursos para esses animais que diminuem sua atividade na época seca e muda as condições devido a alterações nos microhábitats. A riqueza e composição de espécies de formigas são afetadas pela atividade de mineração e se relacionam com as variáveis ambientais nas duas épocas. Estas relações proporcionam a estruturação de comunidades distintas e especializadas em cada estrato, ambiente (impactado, não impactado) e época, com maior riqueza de espécies nas áreas com maior quantidade e diversidade de recursos e melhores condições. As reabilitações mais antigas se aproximam em riqueza das áreas controle, mas a composição não. Desta forma, são pouco eficientes a curto e longo prazo se não forem implementadas próximas às áreas controle que servem como fontes de espécies. A utilização de capim braquiária ou capim gordura não pode ser indicada pelo fato de serem espécies exóticas e pouco eficazes. A reabilitação com espécies nativas é recomendada, pois mesmo com pouco tempo de existência e distância de áreas fonte apresentou composição próxima às áreas de referência. A maior eficiência da reabilitação sobre cava do que sobre a pilha de estéril também se deve a maior proximidade das áreas e, possivelmente, também a maior estabilização do solo. Assim, os impactos antrópicos alteram a estrutura das comunidades de formigas e as reabilitações, principalmente as com espécies exóticas, não são eficientes devido à distância das áreas fontes e ao tempo em que foram implementadas.
The aim of this study was to evaluate the effect of mining and seasonality on ant community structure and on the effectiveness of different post-mining rehabilitation techniques using ants as bioindicators. In this study, mining impacted areas, rehabilitation and control areas were selected in Nova Lima, Minas Gerais, Brazil. At each sampling point, we installed pitfall traps on hipogaeic, epigaeic and arboreal strata to capture ants and measured the following variables: plant richness, plant density, height and circumference at the base of plants, herbaceous and shrub vegetation structure, litter weight and diversity, and canopy cover. The mining activity is performed after the vegetation removal, alters profoundly the soil structure and affects the food and nesting resource availability for ants. Seasonality decreases resource availability for these animals that decrease their activity in dry season. The ant species richness and composition were affected by mining activity and were related to environmental variables, in both seasons. These relationships provide the structure of distinct communities and specialized in each stratum, habitat (impacted and not impacted) and season, with the highest species richness in areas with greater resource quantity and diversity and better conditions. The older rehabilitation areas present ant richness similar to reference areas, but not similar composition. Thus, they are inefficient in the short and long term if they are not implemented near control areas that serve as species sources. The use of Brachiaria spp. or Melinis minutiflora grasses cannot be recommended because they are exotic species and ineffective in rehabilitation. The rehabilitation with native species is recommended, since even an area with a short time of existence and distance of source areas showed the species composition close to reference areas. The greater efficiency of rehabilitation on mining site than on the sterile pile may be also due to areas proximity and, possibly, the highest soil stabilization. Thus anthropogenic impacts alter the ant community structure and the rehabilitation, especially with exotic species, are not efficient due to the distance from the source and the time they were implemented.
Informações adicionais: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Ecologia Aplicada, área de concentração em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais em Ecossistemas Fragmentados e Agrossistemas, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/694
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DBI - Ecologia Aplicada - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Formigas como indicadoras de impacto e reabilitação em áreas de mineração.pdf705,33 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback