Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/6950

Título: Cultivares, doses de fertilizantes e densidades de semeadura no cultivo de milho safrinha
Título Alternativo: Corn responses to fertilizer rates and sowing densities
Autor(es): Pereira, José Luiz Andrade Rezende
Pinho, Renzo Garcia Von
Borges, Iran Dias
Pereira, Antonio Marcos Andrade Rezende
Lima, Tiago Geraldo
Assunto: Zea mays
Milho safrinha
Adubação
População de plantas
Fertilization
Plant population
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Jun-2009
Referência: PEREIRA, J. L. A. R. et al. Cultivares, doses de fertilizantes e densidades de semeadura no cultivo de milho safrinha. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 33, n. 3, p. 676-683, maio/jun. 2009.
Resumo: Objetivou-se, neste trabalho, avaliar o desempenho de cinco cultivares de milho submetidas a três densidades de semeadura e duas doses de fertilizantes em Lavras, MG. Foram conduzidos quatro experimentos, sendo dois em 2004 e dois em 2005. Em cada experimento as cinco cultivares (GNZ2005, AG9010, P3041, AG7000 e DKB350) foram avaliadas em três densidades de semeadura (45.000, 55.000 e 65.000 plantas ha-1) e em duas doses de fertilizantes ( alta dose - 400 kg ha-1 de 08-28-16 + 0,5% Zn, e 90 kg ha-1 de N em cobertura e baixa dose - 200 kg ha-1 de 08-28-16 + 0,5% Zn, e 45 kg ha-1 de N em cobertura). Utilizou-se o delineamento blocos casualizados em esquema fatorial, com três repetições. A produtividade de grãos das cultivares foi influenciada apenas pelo ano de avaliação e pela interação anos versus cultivares. As doses de fertilizantes e as densidades de semeadura não influenciaram a produtividade de grãos das cultivares. Há cultivares mais adaptadas às condições de cultivo de milho safrinha na região. No primeiro ano de avaliação, as cultivares DKB 350 e AG 9010 e AG 7000 foram as que apresentaram o melhor desempenho enquanto que no ano de 2005 foram a DKB 350, e GNZ 2005. A adoção da maior dose de fertilizantes não proporciona incrementos significativos na produtividade de grãos de milho, porém provoca redução na porcentagem de plantasacamadas e quebradas. A densidade de 55.000 plantas ha-1 proporciona a maior produtividade de grãos.
Abstract: This work had the aim of evaluating responses of five corn cultivars to three sowing densities, fertilized with two fertilizer doses, in Lavras, MG, Brazil. Four experiments were carried out, being two in 2004 and two in 2005. Five cultivars (GNZ2005, AG9010, P3041, AG7000, and DKB350) were grown at three sowing densities (45,000; 55,000, and 65,000 plants ha-1) and in a fertilizer dose (high dose - 400 kg ha-1 of 08-28-16 + 0.5% Zn, and 90 kg ha-1 N in top dressing or in lower doses - 200 kg ha-1 of 08-28-16 + 0.5% Zn, and 45 kg ha-1 N in top dressing) in each experiment. The experimental design was a randomized block in a factorial scheme with three replications. Higher grain yield was promoted by 55,000 plants ha-1 when compared to the other densities; high rates of fertilizers did not promote increase in corn grain yield; the DKB 350, AG 9010, and AG 7000 cultivars showed better performance when compared to the other cultivars tested. Performances of all cultivars were similar regarding the rates of fertilizers and densities, with differences among growing seasons.
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542009000300003
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback