Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/7021

Título: Indutores de resistência à mosca-branca Bemisia tabaci Biótipo B (GENN., 1889) (Hemiptera: Aleyrodidae) em soja
Título Alternativo: Resistance inducers to the whitefly Bemisia tabaci Biotype B (GENN., 1889) (Hemiptera: Aleyrodidae) in soybeans
Autor(es): Moraes, Jair Campos
Ferreira, Ronara Souza
Costa, Rosane Rodrigues
Assunto: Insecta
Silício
Acibenzolar-s-methyl
Glicyne max
MIP
Silicon
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Out-2009
Referência: MORAES, J. C.; FERREIRA, R. S.; COSTA, R. R. Indutores de resistência à mosca-branca Bemisia tabaci Biótipo B (GENN., 1889) (Hemiptera: Aleyrodidae) em soja. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 33, n. 5, p. 1248-1257, set./out. 2009.
Resumo: Objetivou-se, neste trabalho, avaliar o efeito da aplicação de indutores na resistência de duas cultivares de soja à mosca-branca Bemisia tabaci biótipo B. O experimento foi conduzido no Departamento de Entomologia - UFLA. As sementes de soja, cultivar IAC-19 e MONSOY-8001, foram previamente tratadas com o fungicida captan. Foram testados os seguintes tratamentos: T1- irrigação no solo, ao redor das plantas de cada vaso, de 250 mL de solução de ácido silícico a 1%; T2- pulverização das plantas, até o ponto de escorrimento, com solução a 0,3% de acibenzolar-s-methyl; T3- pulverização das plantas, até o ponto de escorrimento, com calda a 0,24% de pyraclostrobin+epoxiconazole e T4- testemunha. As plantas foram infestadas com 100 adultos da mosca-branca por vaso que liberados oito dias após a aplicação dos tratamentos. Avaliaram-se o número de ovos na face abaxial de cada folha, que foi marcada para posterior avaliação de ninfas; teores de taninos e de lignina; peso seco das raízes e da parte aérea. Não houve diferença para número de ovos e ninfas entre as cultivares de soja, porém, a viabilidade média de B. tabaci foi menor a cultivar IAC-19. O cultivar de soja IAC-19 demonstrou moderada resistência ao biótipo B de B. tabaci. A aplicação de silício ou acibenzolar-s-methyl induz um aumento no teor de lignina na cultivar de soja IAC-19.
Abstract: The objective of this paper was to evaluate the effect of the application of inducers on the resistance of two soybean cultivars to the whitefly B. tabaci Biotype B. The experiment was carried out at the Entomology Department - UFLA. The soybean seeds of cultivars IAC-19 and MONSOY-8001 were previously treated with Captan fungicide. The following treatments were tested: T1- irrigating the soil around the plants of each pot with 250 mL of solution of 1% silicic acid; T2- spraying of the plants, to the 'point of dripping', with a solution of 0.3% acibenzolar-s-methyl; T3- spraying of the plants, to the 'point of dripping', with a solution of 0.24% pyraclostrobin+epoxiconazole, and T4- control. The plants were infested with 100 adult whiteflies that were released eight days after applying the treatments. The number of eggs on the abaxial face of each leaf, which was marked for further evaluation of nymphs, tannin and lignin contents, dry weight of the aerial parts and roots, was evaluated. There was no difference for the number of eggs and nymphs among the soybean cultivars. Nevertheless, the average survival rate of B. tabaci was lower on cultivar IAC-19. The application of silicon or acibenzolar-s-methyl induces an increase in lignin content in the soybean cultivar IAC-19.
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542009000500009
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback