Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/7027

Title: Produção de mudas de rúcula em bandejas com substratos a base de resíduos orgânicos
???metadata.dc.creator???: Silva, Lya Januária Beiruth da
Cavalcante, Ana Suzette da Silva
Araújo Neto, Sebastião Elviro de
Keywords: Eruca sativa
Propagação
Adubo orgânico
Casca-de-coco
Publisher: Editora da Universidade Federal de Lavras
???metadata.dc.date???: 1-Oct-2009
Citation: SILVA, L. J. B. da; CAVALCANTE, A. S. da S.; ARAÚJO NETO, S. E. de. Produção de mudas de rúcula em bandejas com substratos a base de resíduos orgânicos. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 33, n. 5, p. 1301-1306, out. 2009.
???metadata.dc.description.resumo???: Com o objetivo de avaliar o efeito de diferentes substratos na produção de biomassa vegetal em mudas de rúcula, cv. cultivada, foi conduzido um experimento na Universidade Federal do Acre, no período de setembro a novembro de 2006, utilizando os seguintes tratamentos: T1 Plantmax® (Tratamento padrão); T2 composto orgânico (CO) + casca de coco maduro triturado (CCMT) (1:1 v/v); T3 CO + cama de aviário (CA) + casca-de-arroz carbonizada (CAC) (1:1:1 v/v); T4 CO + esterco bovino (EB) + CAC (1:1:1 v/v); T5 - CO + coprólitos de minhoca (CM) + CAC (1:1:1 v/v); T6 CO + CM + caroço de açaí triturado (CAT) (1:1:1 v/v); T7 - CO + CM + CCMT (1:1:1 v/v); T8 - CO + EB + CCMT (1:1:1 v/v). Foram acrescidos, 10% de carvão vegetal triturado, 1,0 kg m-3 de calcário dolomitico e 1,5 kg m-3 de termofosfato, exceto no substrato T1. A semeadura foi feita utilizando-se três sementes por células em bandejas de poliestireno expandido, contendo os diferentes tratamentos e oito dias após a semeadura, foi feito o desbaste deixando-se apenas uma planta por célula. Aos 26 dias após a semeadura, foram avaliados a massa da matéria fresca da parte aérea, massa da matéria seca da parte aérea, raiz e total da planta. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com três repetições, sendo cada unidade experimental constituída de 4 plantas. Os tratamentos T4 ,T5 e T7 foram os que promoveram maior massa fresca e seca das plantas e não diferiram estatisticamente entre si e do tratamento padrão (T1), para todas as características avaliados.
Other Identifiers: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542009000500015
???metadata.dc.language???: pt
Appears in Collections:Ciência e Agrotecnologia

Files in This Item:

There are no files associated with this item.

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback