Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/7046

Title: Análise bayesiana do modelo de herança monogênica no melhoramento vegetal: um exemplo com abobrinha
Other Titles: Bayesian analisys of monogenic inheritance model in plant breeding: a case study with zucchini
???metadata.dc.creator???: Silva, Maria Imaculada de Sousa
Bearzoti, Eduardo
Bueno Filho, Júlio Sílvio de Sousa
Keywords: Algoritmo Metropolis
Amostragem Gibbs
Cucurbita pepo
Gene Principal
Partenocarpia
Gibbs sampler
Partenocarpy
Metropolis algorithm
Major gene
Publisher: Editora da Universidade Federal de Lavras
???metadata.dc.date???: 1-Dec-2009
Citation: SILVA, M. I. de S.; BEARZOTI, E.; BUENO FILHO, J. S. de S. Análise bayesiana do modelo de herança monogênica no melhoramento vegetal: um exemplo com abobrinha. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 33, n. 6, p. 1463-1468, nov./dez. 2009.
???metadata.dc.description.resumo???: Uma estratégia comum em programas de melhoramento é conduzir estudos básicos de herança para investigar a hipótese de controle do caráter por um ou poucos genes de efeito principal, associados ou não a genes modificadores de pequeno efeito. Neste trabalho, foi utilizada a inferência bayesiana para ajustar modelos de herança genética aditiva-dominante a experimentos de genética vegetal com várias gerações. Densidades normais com médias associadas aos efeitos genéticos das gerações foram consideradas em um modelo linear em que a matriz de delineamento dos efeitos genéticos tinha coeficientes indeterminados (precisando ser estimada para cada indivíduo). A metodologia foi ilustrada com um conjunto de dados de um estudo de herança da partenocarpia em abobrinha (Cucurbita pepo L). Tal ajuste permitiu explicitar a distribuição a posteriori das probabilidades genotípicas. . A análise corrobora resultados anteriores da literatura, porém foi mais eficiente que alternativas prévias que supunham a matriz de delineamento conhecida para as gerações. Conclui-se que a partenocarpia em abobrinha é governada por um gene principal com dominância parcial.
Abstract: A common breeding strategy is to carry out basic studies to investigate the hypothesis of a single gene controlling the trait (major gene) with or without polygenes of minor effect. In this study we used Bayesian inference to fit genetic additive-dominance models of inheritance to plant breeding experiments with multiple generations. Normal densities with different means, according to the major gene genotype, were considered in a linear model in which the design matrix of the genetic effects had unknown coefficients (which were estimated in individual basis). An actual data set from an inheritance study of partenocarpy in zucchini (Cucurbita pepo L.) was used for illustration. Model fitting included posterior probabilities for all individual genotypes. Analysis agrees with results in the literature but this approach was far more efficient than previous alternatives assuming that design matrix was known for the generations. Partenocarpy in zucchini is controlled by a major gene with important additive effect and partial dominance.
Other Identifiers: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542009000600002
???metadata.dc.language???: pt
Appears in Collections:Ciência e Agrotecnologia

Files in This Item:

There are no files associated with this item.

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback