Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Genética e Melhoramento de Plantas - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/705

Título: Implicações da seleção precoce para resistência a antracnose no melhoramento genético do feijoeiro
Autor(es): Pádua, José Maria Villela
Orientador: Ramalho, Magno Antonio Patto
Membro da banca: Souza, Elaine Aparecida de
Medeiros, Flávio Henrique Vasconcelos de
Área de concentração: Genética e Melhoramento de Plantas
Assunto: Melhoramento de planta
Seleção precoce
Colletotrichum lindemuthianum
Plant breeding
Early selection
Data de Defesa: 14-Fev-2013
Data de publicação: 2013
Agência de Fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq
Referência: PADUA, J. M. V. Implicações da seleção precoce para resistência à antracnose no melhoramento genético do feijoeiro. 2013. 74 p. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento de Plantas)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.
Resumo: Questiona-se a seleção precoce realizada em F2 ou F3 visando à resistência ao Colletotrichum lindemuthianum reduz a eficiência da seleção para a produtividade de grãos que é realizada em gerações mais avançadas. Para obter essa resposta foi utilizada a população segregante do cruzamento entre as linhagens de feijão CI107 x BRSMG Madrepérola. Em novembro de 2010 foi obtida a população F2 e dividida em duas amostras, A e B. Na amostra A não foi efetuada nenhuma seleção. Na outra amostra (B), foi efetuada a seleção para a resistência à raça 65 da antracnose. A inoculação foi realizada em casa de vegetação. As plantas resistentes foram transplantadas para o campo, sendo obtidas as sementes da geração F3 (resistente). Em fevereiro de 2011, foram semeadas três populações, sendo que a amostra B (resistente) foi subdividida em duas, uma que foi novamente inoculada pelo mesmo método (C) e outra que não foi inoculada (B). Foram obtidas 95 progênies F3:4 de cada uma das populações que foram multiplicadas. As progênies F3:5 de cada uma das origens mais quatro testemunhas foram avaliadas em um látice triplo 17x17, sendo coletados dados de severidade da doença e produtividade de grãos. Após as análises terem sido realizadas foram selecionadas as sessenta e quatro mais produtivas de cada população (A, B e C) para constituírem a geração F3:6, que foram avaliadas em conjunto a quatro testemunhas, semeadas em fevereiro de 2012. O delineamento utilizado foi o látice triplo 14x14, sendo realizadas as mesmas análises. As vinte e seis progênies mais produtivas de cada amostra mais três testemunhas foram avaliadas num látice triplo 9x9, na safra com semeadura em julho de 2012, sendo avaliadas as mesmas características. Foram realizadas as análises de variância individuais e a conjunta e estimados parâmetros genéticos e fenotípicos. Constatou-se que a seleção precoce, realizada em F2 e F3, para a resistência à antracnose em feijoeiro não reduz a variabilidade para a produtividade de grãos em gerações mais avançadas, pelo contrário ela amplia o sucesso com a seleção para a produtividade de grãos em gerações mais avançadas.
It is questioned early selection held in F2 or F3 seeking to resistance Colletotrichum lindemuthianum reduces the selection efficiency for grain yield that is performed in the later generations. For this response was used a segregating population from a cross among the strains bean CI107 x BRSMG Madrepérola. In November 2010 the F2 population was obtained and divided into two samples, A and B. In sample A was made no selection. In another sample (B) was performed the selection for resistance to race 65 of anthracnose. The inoculation was made in a greenhouse. The resistant plants were transplanted to the field, and obtained the generation seeds F3 (resistant). In February 2011, three populations were sowed and the sample B (resistant) was divided into two, one which was again inoculated by the same method (C) and another that was not inoculated (B). Ninety-five F3:4 progenies were obtained of each one the populations which have been multiplied. The F3:5 progenies of each one origins and four controls were evaluated in a triple latice 17x17, data about disease severity and grain yield were collected. After the analyzes have been carried out it was selected the sixty-four most productive progenies of each population (A, B and C) to constitute the F3:6 generation, which were evaluated with four controls sown in February 2012. The design was a triple latice 14x14, the same analyzes being performed. The twenty-six most productive progenies of each sample plus three controls were evaluated in a triple latice 9x9, in July 2012 and evaluated the same characteristics. Analyses were performed using individual and joint variance and estimated genetic and phenotypic parameters. It was found that the early selection held in F2 and F3, for anthracnose resistance in common bean does not reduce the variability for grain yield in later generations, instead it extends the success with the selection for grain yield in later generations.
Informações adicionais: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Genética e Melhoramento de Plantas, área de concentração em Genética e Melhoramento de Plantas, para a obtenção de título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/705
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DBI - Genética e Melhoramento de Plantas - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Implicações da seleção precoce para resistência a antracnose no melhoramento genético do feijoeiro.pdf1,32 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback