Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/7071

Título: Evaluation of sugar cane bagasse subjected to haying and ensiling
Título Alternativo: Avaliação do bagaço de cana-de-açúcar submetido à fenação e à ensilagem
Autor(es): Pereira, Rosana Cristina
Evangelista, Antônio Ricardo
Muniz, Joel Augusto
Assunto: Hay
Silage
Sub-product
Feno
Silagem
Sub-produto
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Dez-2009
Referência: PEREIRA, R. C.; EVANGELISTA, A. R.; MUNIZ, J. A. Evaluation of sugar cane bagasse subjected to haying and ensiling. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 33, n. 6, p. 1649-1654, nov./dez. 2009.
Resumo: Neste trabalho, objetivou-se avaliar o bagaço de cana-de-açúcar proveniente da produção de cachaça, submetido à fenação e à ensilagem. O experimento foi conduzido na Universidade Federal de Lavras, MG, utilizando-se o delineamento inteiramente casualizado (DIC), com sete tratamentos e três repetições. Os tratamentos foram constituídos por bagaço de cana in natura (BIN), bagaço de cana fenado e enfardado manualmente, bagaço de cana fenado e enfardado mecanicamente, BIN enfardado manualmente, BIN enfardado mecanicamente, BIN ensilado inteiro e BIN ensilado picado. Foram avaliadas a composição bromatológica, capacidade tampão (CT), valores de pH e os teores de açúcares totais do BIN. Para a ensilagem foram utilizados silos cisternas e para o enfardamento, enfardadoras manual e mecânica. O bagaço foi enfardado in natura, ou após atingir teor de 89% de MS, conforme os tratamentos. As características avaliadas foram os teores de matéria seca (MS), proteína bruta (PB), fibra em detergente neutro (FDN) e fibra em detergente ácido (FDA). Os resultados foram submetidos à análise de variância e as médias foram comparadas pelo teste de Scott-Knott (P<0,05). O BIN apresentou teores de 51,70% de MS; 2% de PB; 79,43% de FDN; 48,78% de FDA e 16,4% de açúcares totais na MS. O bagaço de cana apresentou baixa CT e as silagens apresentaram pH satisfatório para boa conservação. A desidratação seguida do enfardamento manual proporcionou diminuição nos componentes da parede celular, revelando-se o melhor método de conservação do bagaço.
Abstract: This work aimed to evaluate sugar cane bagasse from cachaça production, subjected to hay-making and ensiling. The experiment was conduced at Universidade Federal de Lavras, MG, using the completely random delineation (CRD), with seven treatment and three repetitions. The treatments were constituted of in natura sugar cane bagasse (INB), manually hayed and baled sugar cane bagasse, mechanically hayed and baled, manually baled INB and mechanically baled INB, whole ensiled INB and chopped ensiled INB. Bromatological composition, tampon capacity (TC), pH values and total sugar rate of the INB were evaluated. For the ensilage, there were used cistern silos and for the baling, manual and mechanical balers. The bagasse was baled in natura, or after reaching 89% rate of DM, according to the treatments. The evaluated characteristics were dry matter rate (DM), crude protein (CP), fiber in neutral detergent (FND), fiber in acid detergent (FAD). The results went through variance analyses and the averages were compared by the Scott - Knott test (P<0.05). The INB presented rates of 51.70% of DM; 2% of CP; 79.43% of FND; 48.78% of FAD and 16.4% of total sugar in the MS. The sugar cane bagasse presented low TC and the silage presented satisfactory pH for good conservation. The dehydration followed by the manual baling provided a decrease in the cell wall components, revealing itself as the best bagasse conservation method.
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542009000600027
Idioma: en
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback