Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DEN - Departamento de Entomologia >
DEN - Programa de Pós-graduação >
DEN - Entomologia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/712

Título: Características biológicas dos estágios imaturos de três predadores (Hem.: Miridae) alimentados com ovos de Anagasta kuehniella (Zeller) (Lep.: Pyralidae) em cinco temperaturas
Autor(es): Montes, Flávio Cardoso
Orientador: Bueno, Vanda Helena Paes
Membro da banca: Lenteren, Johan C. van
Robles, Francisco Javier Calvo
Silva, Lívia Mendes de Carvalho
Área de concentração: Entomologia Agrícola
Assunto: Campyloneuropsis infumatus
Controle biológico
Engytatus varians
Macrolophus basicornis
Mirídeos e fase imatura
Biological control
Mirid and immature phase
Data de Defesa: 28-Fev-2013
Data de publicação: 2013
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES
Referência: MONTES, F. C. Características biológicas dos estágios imaturos de três predadores (Hem.: Miridae) alimentados com ovos de Anagasta kuehniella (Zeller) (Lep.: Pyralidae) em cinco temperaturas. 2013. 56 p. Dissertação (Mestrado em Entomologia Agrícola)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.
Resumo: Mirídeos predadores são utilizados comercialmente e com sucesso para o controle de Bemisia tabaci Gennadius e Tuta absoluta Meyrick em cultivos em casas de vegetação na Europa. No entanto, a maioria dos predadores dessa família representa um grupo ainda pouco conhecido quanto aos aspectos biológicos, hábito zoofitófago e potencialidade como agente de controle. Nesse sentido, respostas à temperatura e ao seu efeito nos estágios imaturos, necessitam serem esclarecidas para as espécies Campyloneuropsis infumatus Carvalho, Engytatus varians Distant e Macrolophus basicornis Stäl. Objetivou-se neste trabalho avaliar aspectos biológicos da fase imatura desses predadores alimentados com ovos de Anagasta kuehniella (Zeller) em cinco diferentes temperaturas constantes. Para obtenção das ninfas, vasos com plantas de fumo com 25 cm de altura foram mantidos em gaiolas juntamente com adultos de cada espécie de predador. Após 24h, as plantas contendo ovos foram transferidas para novas gaiolas de acrílico mantidas nas temperaturas de 16, 20, 24, 28 e 32 ± 1ºC, 70 ± 10% de UR e 12h de fotofase. Após a eclosão, 100 ninfas de cada espécie foram individualizadas em placas de Petri (5 cm) contendo disco foliar de N. tabacum (4,5 cm ) em solução ágar-água a 1% e ovos de A. kuehniella (alimento). Maior viabilidade dos ovos para as três espécies ocorreu a 20 e 24ºC, e a menor a 32ºC. O desenvolvimento ninfal das três espécies foi decrescente com o aumento da temperatura de 16 para 32°C. O desenvolvimento total foi mais longo para M. basicornis do que para C. infumatus e E. varians a 20, 24 e 28°C. A sobrevivência ninfal para as três espécies foi maior quando as ninfas foram expostas a 20, 24 e 28°C. A temperatura afetou a razão sexual de C. infumatus, com maior número de fêmeas a 20, 24 e 28°C. Temperaturas no intervalo de 20 a 28°C são mais adequadas para o desenvolvimento e a sobrevivência ninfal dos predadores C. infumatus, E. varians e M. basicornis.Todos os três predadores mostraram uma preferência para o desenvolvimento e sobrevivência a uma variação de temperatura semelhante à T. absoluta, o que é um sinal positivo para o potencial uso em casas de vegetação
Predator miridae are commercially used with success to control Bemisia tabaci Gennadius and Tuta absoluta Meyrick in cultivations and green houses in Europe. However, most predators of this family represent a group still little known in regard to biological aspects, zoophytophagous habitat and potential as a control agent. In this sense, response to temperature and to its effect in the immature stages, need to be clarified for species Campyloneuropsis infumatus Carvalho, Engytatus varians Distant and Macrolophus basicornis Stäl. The objective of this work was to evaluate the biological aspects of the immature phase of these predators fed with Anagasta kueniella (Zeller) eggs in five different constant temperatures. In order to obtain the nymphs, vases with tobacco plants with 25 cm of height were maintained in cages along with adults of each predator species. After 24 hours, the plants containing eggs were transferred to new acrylic cages maintained at the temperatures of 16, 20, 24, 28 and 32 ± 1 oC, 70 ± 10% of RH and 12 hours of photophase. After the hatching, 100 nymphs of each species were individualized in Petri dishes (5 cm) containing a N. tabacum leaf disc (4.5 cm) in 1% agar-water solution and A. kueniella eggs (food). A larger viability of the eggs for the three species occurred at 20 and 24 oC, and the smallest at 32 oC. Nymph development of the three species was decreasing with the increase in temperature from 16 to 32 oC. Total development was longer for M. basicornis than for C. infumatus and E. varians at 20, 24 and 28 oC. Nymph survival in the three species was higher when the nymphs were exposed to 20, 24 and 28 oC. The temperature effected C. infumatus sexual ratio, with a larger number of females at 20, 24 and 28 oC. Temperatures between 20 and 28 oC are more adequate for the development and survival of C. infumatus, E. varians and M. basicornis predator nymphs. All three predators showed a preference for development and survival at a temperature variation similar to that of T. absoluta, which is a positive sign for its potential use in green houses
Informações adicionais: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do programa de Pós-Graduação em Agronomia, área de concentração em Entomologia Agrícola, para a obtenção do título de Mestre
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/712
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DEN - Entomologia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTACAO_Características biológicas dos estágios imaturos de três predadores (Hem. Miridae) alimentados com ovos de Anagasta kuehniella (Zeller) (Lep. Py.pdf1,03 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback