Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/7121

Título: Padrões eletroforéticos das proteínas de reserva em grãos de sorgo com presença e ausência de tanino
Título Alternativo: Electrophoretic patterns of grain storage proteins of sorghum with presence and absence of tannin
Autor(es): Rodrigues, Walter Alvarenga
Magalhães, Paulo César
Paiva, Edilson
Santos, Fredolino Giacomini dos
Assunto: Compostos fenólicos
Método Azul da Prússia
Precipitação de proteínas
Phenolic compounds
Prussian Blue assay
Protein precipitation
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Jan-2009
Referência: RODRIGUES, W. A. et al. Padrões eletroforéticos das proteínas de reserva em grãos de sorgo com presença e ausência de tanino. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 33, p. 1972-1977, 2009. Edição especial.
Resumo: Muitos métodos para determinar a presença de taninos são descritos na literatura, mas nenhum deles é universalmente aceito como ideal ou utilizado de forma unânime. Alguns métodos colorimétricos não diferenciam taninos de outros compostos fenólicos, outros utilizam substâncias que não são adequadas como padrão. Métodos que utilizam a capacidade dos taninos de precipitar as proteínas podem causar resultados divergentes devido às diferenças na conformação dessas moléculas. Assim, objetivou-se, neste estudo, identificar a presença de taninos em 10 híbridos de sorgo através da análise de padrões proteicos obtidos por eletroforese. O método colorimétrico Azul da Prússia foi utilizado para quantificar os taninos nas amostras. A precipitação das proteínas pelos taninos permitiu identificar os genótipos de sorgo com tanino através dos padrões proteicos das frações albuminas, globulinas e prolaminas. A análise eletroforética das prolaminas mostrou que as bandas produzidas pelo polipeptídeo kafirina, podem ser utilizadas na identificação de sorgo sem tanino no grão.
Abstract: Several methods are described on the literature to determine the presence of tannin, however none of them is universally accepted as the ideal or even are used in a unanimous way. Some colorimetric methods do not differentiate tannins from others phenolic compounds, others use substances which are not appropriate to use as standard. Methods that use the capacity of tannins to precipitate proteins may end up with divergent results due to differences on the molecule conformation. Thus, the objective of this study was to identify the presence of tannin in 10 hybrids of sorghum throughout analysis of pattern proteins obtained by electrophoresis. The colored method Prussian Blue was used to quantify tannins on the samples. The protein precipitation by tannins permitted to identify the sorghum genotypes with grain tannin through protein standards of fractions of albumin, globulin and prolamins. The electrophoresis analysis of the prolamins showed that the bands produced by the kafirin polypeptide may be used in sorghum identification without the presence of tannin in grain.
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542009000700047
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback