Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/7193

Título: Firmeza de mamão tratado com 1-MCP em diferentes tempos de exposição
Título Alternativo: Firmness of papaya treated with 1-MCP in different exposition times
Autor(es): Asmar, Simone Abreu
Abreu, Celeste Maria Patto de
Lima, Rafaella Araújo Zambaldi
Corrêa, Angelita Duarte
Santos, Custódio Donizete dos
Assunto: Carica papaya
Pós-colheita
Amadurecimento
Post-harvest
Ripening
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Abr-2010
Referência: ASMAR, S. A. et al. Firmeza de mamão tratado com 1-MCP em diferentes tempos de exposição. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 34, n. 2, p. 440-444, mar./abr. 2010.
Resumo: O mamão é um fruto climatérico cujas transformações resultantes do amadurecimento ocorrem rapidamente após a colheita do fruto fisiologicamente maduro, desencadeadas pela produção do etileno e aumento da taxa respiratória. Isso o caracteriza como um fruto bastante perecível após a colheita. Dada essa alta perecibilidade, o controle do amadurecimento é fundamental para o aumento na vida útil pós-colheita, visando ao mercado interno e à exportação de frutas. O composto 1-metilciclopropeno (1-MCP) vem sendo usado com a finalidade de controlar o amadurecimento de frutos, flores e hortaliças. Neste trabalho foi avaliada a ação do tratamento com 1-MCP, em diferentes tempos de exposição, em mamões armazenados em condições ambiente. Os frutos foram colhidos no estádio 1 de maturação e foram submetidos ao 1-MCP, na concentração de 270 nL/L, por um período de 0, 12, 18 e 24 horas e, em seguida, armazenados em condição ambiente (T 22±2°C/UR 77% ±2%), por 8 dias. Os frutos tratados com 1-MCP apresentaram maior firmeza, menores teores de pectina solúvel e menor atividade de enzima PME mostrando que o 1-MCP foi eficiente em retardar o amaciamento dos frutos no período estudado.
Abstract: The papaya is a climateric fruit whose transformations resulting from ripening occur shortly after the picking of the physiologically ripe fruit, triggered by the production of ethylene and increased breathing rate. That makes it a quite perishable fruit after harvest. Given that perishability, ripening control is fundamental to increase post-harvest shelf life, both for internal consumption and exports. The compound 1-methylcyclopropene (1-MCP) has been used with the purpose of controlling the ripening of fruits, flowers and vegetables. In this work, the effect of the treatment with 1-MCP on papayas stored under room conditions was evaluated in different exposure periods. The fruits were picked at stage 1 of maturation and were submitted to 1-MCP, at the concentration of 270 nL/L, for a period of 0, 12, 18 and 24 hours, and then stored under room conditions (T 22±2°C/RH 77% ±2%) for 8 days. The 1-MCP-treated fruits showed increased firmness, lower contents of soluble pectin and less activity of PME enzyme, showing that 1-MCP was effective in delaying the softening of the fruits over the studied period.
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542010000200024
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback