Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/7236

Title: Aplicação foliar de molibdênio durante a maturação de sementes de soja
Other Titles: Leaf application of molybdenum during soybean seed maturation
???metadata.dc.creator???: Milani, Gustavo Lima
Oliveira, João Almir
Pereira, Elise de Matos
Carvalho, Bruno Oliveira
Oliveira, Gustavo Evagelista
Costa, Ricardo Resende
Keywords: Glycine max
Molibdênio
Produtividade
Qualidade fisiológica
Molybdenum
Physiological quality
Yield
Publisher: Editora da Universidade Federal de Lavras
???metadata.dc.date???: 1-Aug-2010
Citation: MILANI, G. L. et al. Aplicação foliar de molibdênio durante a maturação de sementes de soja. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 34, n. 4, p. 810-816, jul./ago. 2010.
???metadata.dc.description.resumo???: A aplicação foliar, objetivando o acúmulo do nutriente na semente, é uma tecnologia recente e, por isso, pouco se sabe sobre o seu efeito na qualidade fisiológica e a influência da sua aplicação sobre a produtividade das plantas. Neste Trabalho objetivou-se avaliar a produtividade das plantas que receberam a aplicação de Mo via foliar em diferentes doses, e a qualidade fisiológica das sementes provenientes dessas plantas. A fonte de molibdênio usada foi o molibdato de sódio (39% Mo). As sementes receberam o Mo por meio de aplicações foliares durante o processo de maturação, em aplicação única e parcelada em duas vezes, feitas entre os estágios R5.2 e R5.4, em dois ensaios, em Lavras e Ituiutaba, MG. Os tratamentos para os dois ensaios foram: aplicação de 1000g, de 800g, 600g, de 400g, 2 aplicações de 500g, de 400g, de 300g, de 200g por hectare e 0g (testemunha). Os ensaios foram instalados em DBC, com quatro repetições. Avaliou-se o teor de Mo na semente, a produtividade das plantas que receberam a aplicação foliar e a qualidade fisiológica nos testes de germinação, IVE, teste de frio e condutividade elétrica. O teor de Mo nas sementes de soja é crescente com a dose aplicada nas plantas e independe da aplicação em dose única ou parcelada. O acúmulo de Mo nas sementes não interfere na produtividade e na qualidade fisiológica das sementes soja.
Abstract: Leaf application with the objective of accumulating this nutrient in the seed is a new technology so its effects on the physiological quality and influence in the yield of the plants are little known. The objective of this study was to evaluate the yield of the plants that underwent leaf application of Mo at different rates, and the physiological quality of soybean seeds resulting from those plants. The source of molybdenum used was sodium molybdate (39% Mo). The seeds received Mo through leaf applications during the maturation process, in one application divided twice, made between R5.2 and R5.4 stages, in two tests, in Lavras and Ituiutaba, MG. The treatments of the two assays were: application of 1000g; of 800g; of 600g; of 400g; two applications of 500g; 400g; 300g; 200g per ha and 0g (control). The tests were made in DBC, with four replicates. Mo content in seed, yield of the plants that received the leaf application and the physiological quality the tests of germination, EVI, cold test and conductivity electrical were evaluated. The content of Mo in the seed is directly proportional to the quantity applied to the plants regardless of there being only one application or divided. The accumulation of Mo in the seeds does not affect the yield and the physiological quality of soybean seeds.
Other Identifiers: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542010000400003
???metadata.dc.language???: pt
Appears in Collections:Ciência e Agrotecnologia

Files in This Item:

There are no files associated with this item.

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback