Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/7259

Título: Uso do rejeito da dessalinização de água salobra no cultivo da alface (Lactuca sativa L.) em sistema hidropônico NFT
Autor(es): Santos,Rafaelly Suzanye da Silva
Dias,Nildo da Silva
Sousa Neto,Osvaldo Nogueira de
Gurgel,Marcelo Tavares
Assunto: Salinidade
impacto ambiental
reuso de água
água residuária
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Ago-2010
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542010000400026
Informações adicionais: A dessalinização por osmose reversa tem sido bastante utilizada para o tratamento de água salobra, possibilitando a sua utilização para o consumo humano, especialmente em regiões semiáridas. Esse processo tem um fator limitante que é a produção de um rejeito de água com alta salinidade. Com o objetivo de avaliar os efeitos da utilização de água de rejeito da dessalinização no cultivo de alface cultivar Vera (Lactuca sativa L.) em sistema hidropônico NFT foi conduzido um experimento em casa de vegetação no departamento de ciências ambientais da UFERSA, em delineamento em blocos casualizados, com seis tratamentos e quatro repetições. Os níveis de salinidade da água entre os tratamentos foram obtidos com, ou sem a necessidade de diluição da água de rejeito da dessalinização acrescido da solução nutritiva com salinidade de 1 dS m-1 (100% de água potável de abastecimento - 1,4 dS m-1; 85% abastecimento e 15% água de rejeito - 1,9 dS m-1; 75 % água de rejeito + 25 % água de abastecimento - 2,7 dS m-1; 50% água de rejeito e 50% água de abastecimento - 3,8 dS m-1; 25 % água de rejeito e 75 % água de abastecimento - 4,9 dS m-1 e água de rejeito coletada no dessalinizador - 5,5 dS m-1. Os parâmetros analisados foram área foliar, diâmetro do caule, número de folhas, peso de matéria fresca e o peso de matéria seca. Todas as variáveis estudadas foram influenciadas negativamente de forma linear pelo efeito da concentração de sais na água de irrigação, sendo que a área foliar e a matéria fresca da parte aérea são as que melhor representam a sensibilidade ao estresse salino na cultivar estudada, tendo a produção em termos de matéria fresca uma redução de 94,83%, ao se elevar a CEa de 1,4 a 5,5 dS m-1.
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback