Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/7277

Título: Fitoseídeos (Acari: Phytoseiidae) associados a cafezais e fragmentos florestais vizinhos
Título Alternativo: Phytoseiids (Acari: Phytoseiidae) associated to coffee plantations and adjacent forest fragments
Autor(es): Silva, Ester Azevedo
Reis, Paulo Rebelles
Zacarias, Maurício Sérgio
Marafeli, Patrícia Pádua
Assunto: Acari
Manejo de pragas
Vegetação nativa
Coffea
Cafeeiro
Pest management
Natural vegetation
Coffee plant
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Out-2010
Referência: SILVA, E. A. et al. Fitoseídeos (Acari: Phytoseiidae) associados a cafezais e fragmentos florestais vizinhos. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 34, n. 5, p. 1146-1153, set./out. 2010.
Resumo: Existem poucas informações sobre a fauna de ácaros predadores (Phytoseiidae) em ambientes naturais brasileiros adjacentes a agroecossistemas cafeeiros (Coffea spp.) ou sobre a influência que essa vegetação exerce como reservatório de ácaros predadores. Neste estudo, objetivou-se avaliar a diversidade destes organismos em cafeeiros e fragmentos florestais adjacentes. Coletaram-se amostras das espécies Calyptranthes clusiifolia (Miq.) O. Berg (Myrtaceae), Esenbeckia febrifuga (A. St.-Hil.) A. Juss. ex Mart. (Rutaceae), Metrodorea stipularis Mart. (Rutaceae) e Allophylus semidentatus (Miq.) Radlk. (Sapindaceae), em oito fragmentos florestais, de 5 a 51 ha, e cafezais adjacentes, nos meses de junho (final período chuvoso) e outubro (final período seco) nos anos 2004 e 2005, na região Sul do Estado de Minas Gerais. Ácaros foram extraídos das folhas, utilizando o método de lavagem e, em seguida, montados em lâminas de microscopia em meio de Hoyer, para identificação específica. No total foram identificados 2.348 fitoseídeos, sendo 2.090 nos fragmentos florestais e 258 espécimes nos cafezais adjacentes, pertencentes a 38 espécies. Servindo-se de análise faunística, a espécie Iphiseiodes zuluagai Denmark & Muma, 1972 apresentou os melhores índices no agroecossistema cafeeiro, sendo muito frequente e constante nas épocas estudadas. Nos fragmentos florestais Amblyseius herbicolus Chant, 1959, Iphiseiodes affs. neonobilis Denmark & Muma, 1978, Leonseius regularis DeLeon, 1965 e Euseius alatus DeLeon, 1966 foram dominantes, muito abundantes, muito frequentes e constantes nas épocas estudadas. Podemos concluir que a vegetação nativa abriga ácaros predadores, inimigos naturais de ácaros-praga, que ocorrem na cultura cafeeira, possibilitando o desenvolvimento de programas de manejo ecológico com áreas de vegetação natural e agroecossistemas cafeeiros adjacentes.
Abstract: There is little information about the fauna of predatory mites (Phytoseiidae) in Brazilian natural environments, adjacent to coffee agroecosystems (Coffea spp.), or about the influence exerted by neighbor vegetation as a reservoir of predatory mites. The objective of this study was to evaluate the diversity of these organisms in coffee plantations and adjacent forest fragments. Samples of the species Calyptranthes clusiifolia (Miq.) O. Berg (Myrtaceae), Esenbeckia febrifuga (A. St.-Hil.) A. Juss. ex Mart., Metrodorea stipularis Mart. (Rutaceae) and Allophylus semidentatus (Miq.) Radlk. (Sapindaceae) were collected in eight forest fragments, from 5 to 51ha, adjacent to coffee plantations, in June (end of the rainy season) and October (end of the dry season) in the years of 2004 and 2005, in the Southern region of State of Minas Gerais. Leaf mites were extracted using the wash method, mounted in microscopy slides with Hoyer's medium for identification. A total of 2.348 phytoseiids was collected, being 2.090 in the forest fragments and 258 in adjacent coffee plantations, belonging to 38 species. According to fauna analysis, Iphiseiodes zuluaguai Denmark & Muma, the year of 1972 presented the best indexes in the coffee agroecosystem, being very frequent and constant in those periods. In the forest fragments, Amblyseius herbicolus Chant, 1959, Iphiseiodes affs. neonobilis Denmark & Muma, 1978, Leonseius regularis DeLeon, 1965 and Euseius alatus DeLeon, 1966 were dominant, very abundant, very frequent and constant in those periods. One may conclude that the native vegetation shelters predator mite, natural enemies of mite-pests that still occur in coffee culture, making possible ecological management program development involving areas of natural vegetation and adjacent coffee agroecosystems.
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542010000500010
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback