Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/730

Título: Micropropagação e pós-colheita de bastão-do-imperador
Autor(es): Carneiro, Daniella Nogueira Moraes
Orientador: Paiva, Patrícia Duarte de Oliveira
Membro da banca: Almeida, Elka Fabiana Aparecida
Nery, Fernanda Carlota
Lima, Luís Carlos de Oliveira
Landgraf, Paulo Roberto Corrêa
Área de concentração: Agronomia
Assunto: Floricultura
Etlingera elatior
Regulador de crescimento
Pulsing
Floriculture
Plant growth regulator
Data de Defesa: 13-Dez-2012
Data de publicação: 2013
Agência de Fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq
Fundação de Amparo à Pesquisa do estado de Minas Gerais, FAPEMIG
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES
Referência: CARNEIRO, D. N. M. Micropropagação e pós-colheita de bastão-do-imperador. 2012. 90 p. Tese (Doutorado em Agronomia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2012.
Resumo: A utilização de mudas de bastão-do-imperador provenientes de cultura de tecidos é recomendada, por possibilitar melhor sanidade e uniformidade do plantio. Entretanto, um dos principais problemas após o cultivo de bastão-do-imperador é a falta de tecnologias pós-colheita adequadas. Assim, os objetivos desse trabalho foram avaliar o uso de reguladores de crescimento no cultivo in vitro e aclimatização de bastão-do-imperador e analisar aspectos pós-colheita das hastes florais. No primeiro experimento, rizomas de bastão-do-imperador ‘Porcelana’ estabelecidos in vitro foram inoculados em meio de cultura MS acrescido da combinação de BAP (benzilaminopurina) nas concentrações 0; 1,5; 3,0; 4,5 e 6,0 mg L-1 e ANA (ácido naftalenoacético) a 0; 1,0 e 2,0 mg L-1, e mantidos em temperaturas de 25 e 30oC. Plântulas enraizadas in vitro foram aclimatizadas em substrato comercial Plantmax® e receberam aplicação, via foliar, de diferentes doses de ácido giberélico (GA3) - 0; 10; 20; 40 mg L-1. Plântulas mantidas in vitro, em temperatura mais elevada (30oC), apresentaram maior indução de brotação e, quando cultivadas sob 30oC e em meio de cultura acrescido de 1,5 mg L-1 de BAP, pode-se suprimir ANA para a indução de maior número de folhas. A aplicação de GA3 nas concentrações testadas não foi efetiva para promover o crescimento de bastão-do-imperador na fase de aclimatização. O segundo experimento constituiu de concentrações de cera de carnaúba (0, 0,75; 1,5; 2,5; 7,5 e 15%) em diferentes estádios de abertura floral (inflorescências com 1/3 das brácteas abertas e totalmente abertas). A colheita precoce de bastão-do-imperador proporciona maior durabilidade comercial às inflorescências. A aplicação de 1,5% de cera de carnaúba proporciona melhor qualidade e durabilidade para inflorescências de bastão-do-imperador colhidas com 1/3 das brácteas abertas. No terceiro experimento avaliou-se a durabilidade e qualidade pós-colheita de hastes florais de bastão-do-imperador colhidos em diferentes estádios de abertura (inflorescências com 1/3, 2/3 das brácteas abertas e totalmente abertas ), associado a concentrações de sacarose na solução de pulsing (0, 10, 20, 30%) por 24h. Observou-se que a durabilidade comercial das hastes florais é maior quando as inflorescências são colhidas com 1/3 das brácteas abertas. Recomenda-se a realização de pulsing com 20% de sacarose, por 24h, para inflorescências colhidas com 1/3 a 2/3 das brácteas abertas
Torch ginger seedlings produced from tissue culture is recommended for cultivation, since they provide better uniformity and healthier commercial production. Moreover, the main problem observed in torch ginger production is the adequate postharvest procedures. Then, the objectives of this study were to evaluate the use of growth regulators on in vitro culture and acclimatization of torch ginger and analyze the postharvest behavior. In the first experiment, 'Porcelain' torch ginger rhizomes established in vitro were inoculated on MS medium added of the combination of 0, 1.5, 3.0, 4.5 and 6 0 mg L-1 BAP (benzylaminopurine) and 0, 1.0 and 2.0 mg L-1 NAA (naphthalene acetic acid) in all possible combinations. The experiment was maintained at temperatures of 25 and 30oC. Rooted plantlets were acclimatized on in vitro Plantmax® substrate and received foliar application of different gibberellic acid concentrations (GA3) - 0, 10, 20, 40 mg L-1. Seedlings grown in vitro at higher temperature (30oC) showed the highest induction of shoots and, for those grown under 30°C in medium supplemented with 1.5 mg L -1 BAP, NAA can be suppressed. The use of GA3 was not effective for promoting torch ginger growth during the acclimatization phase. The second experiment consisted of carnauba wax concentrations (0, 0.75, 1.5, 2.5, 7.5 and 15%) at different stages of flower harvest (inflorescences with 1/3, 2/3 of bracts opened or completely open). Early harvesting of torch ginger provides greater commercial durability of inflorescences. The application of 1.5% carnauba wax provides better quality and durability to torch ginger inflorescences harvested with 1/3 of bracts opened. The third experiment evaluated the durability and quality of postharvest torch ginger flower stalks harvested on different opening stages (inflorescences with 1/3, 2/3 of bracts open and completely open), associated with pulsing with sucrose at different concentrations (0, 10, 20, 30%) during 24h. It was observed that the durability of commercial floral stalks was longer when inflorescences were harvested with 1/3 bracts opened. It is recommended to carry out pulsing with 20% sucrose during 24h for inflorescences harvested with 1/3 to 2/3 of bracts opened
Informações adicionais: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós- Graduação em Agronomia/Fitotecnia, área de concentração em Agronomia, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/730
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Micropropagação e pós-colheita de bastão-do-imperador.pdf668,18 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback