Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/7337

Título: Estudo dos métodos de extração de carotenóides em cenoura por fluido supercrítico (efs) e convencional
Título Alternativo: A study of the methods of carotenoid extraction in carrots using supercritical fluid extraction (sfe) and conventional methods
Autor(es): Contado, Ellem Waleska Nascimento da Fonseca
Patto, Leonardo da Silva
Rocha, Denise Alvarenga
Abreu, Celeste Maria Patto de
Corrêa, Angelita Duarte
Santos, Custódio Donizete dos
Assunto: Cenoura
Extração de carotenóides
Fluido supercrítico
β-caroteno
Carrot
Carotenoid extraction
Supercritical fluid
β-carotene
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Dez-2010
Referência: CONTADO, E. W. N. da F. et al. Estudo dos métodos de extração de carotenóides em cenoura por fluido supercrítico (efs) e convencional. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 34, p. 1617-1623, nov./dez. 2010.
Resumo: A cenoura (Daucus carota L. ), planta da família das umbelíferas, produz uma raiz aromática e comestível, sendo uma das hortaliças mais cultivadas no Brasil. Representa a principal fonte de origem vegetal em carotenóides pró-vitamínicos A, especialmente o á e o β-caroteno, sendo, também, uma grande fonte de fibra dietética, antioxidantes e minerais. Conduziu-se este trabalho, com o objetivo de avaliar dois processos de extração de β-caroteno, fluído super crítico (EFS) e o convencional e analisar a composição centesimal da cenoura in natura. O teor de β-caroteno obtido pela extração por EFS e por convencional foi de 2.457 e 2.455 µg/100g, respectivamente. Os valores médios encontrados para a matéria-seca da cenoura foram de: matéria-seca = 8,9%; extrato etéreo = 0,29%; cinzas = 8,11%; fibra bruta = 14,57%, proteína bruta = 6,4%, extrato não nitrogenado = 6,3% e valor calórico = 27,7kcal. Conclui-se que a extração de carotenóides em cenoura pelo fluido supercritico é uma técnica de separação viável, pois este fluido é inerte, não deixa resíduo final e não gera resíduo ambiental. Pelos teores encontrados conclui-se também que as cenouras são boas fontes de fibras, apresentam alto teor de umidade e baixo teor de gorduras, cinzas e valor calórico.
Abstract: The carrot (Daucus carota L.) is a plant of the Umbelliferae family. It produces an aromatic and edible root, and is one of the most widely cultivated vegetable in Brazil. It represents the main source of plant-origin, pro-vitamin A carotenoids, especially α and β-carotene, and is also a great source of dietary fiber, antioxidants and minerals. This study aimed to evaluate two methods of extraction of β-carotene, supercritical fluid (SFE) and conventional, and to examine the proximate composition of the carrot in nature. The contents of β-carotene obtained by SFE and by conventional extraction were 2,457 and 2,455 µg/100g, respectively. The average values found for the dry-matter of the carrot were: dry matter = 8.9%; ether extract = 0.29%; ashes = 8.11%, crude fiber = 14.57%, crude protein = 6,4%, non- nitrogen extract = 6.3% and caloric value = 27.7 kcal. It is concluded that the extraction of carotenoids using the supercritical fluid is a viable separation technique since this fluid is inert and does not generate waste or final environmental waste. It can be concluded from the levels found that carrots are good sources of fiber, present high moisture content and low fat, ash and calorific value.
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542010000700005
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback