Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/7342

Título: Pré-aclimatização in Vitro de abacaxi-ornamental
Título Alternativo: In vitro pre-acclimatization of ornamental pineapple
Autor(es): Oliveira, Yohana de
Anselmini, Justina Inês
Cuquel, Francine Lorena
Pinto, Fernanda
Quoirin, Marguerite
Assunto: Ananas bracteatus
Micropropagação
Planta ornamental
Micropropagation
Ornamental plant
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Dez-2010
Referência: OLIVEIRA, Y. de et al. Pré-aclimatização in Vitro de abacaxi-ornamental. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 34, p. 1647-1653, nov./dez. 2010. Edição especial.
Resumo: O abacaxi ornamental (Ananas bracteatus Schult. f.) é bastante utilizado em composições paisagísticas para delimitar áreas ou canteiros. A micropropagação permite obter altas taxas de multiplicação, podendo ser uma alternativa viável e vantajosa de propagação vegetativa, visto que a demanda por esta espécie vem aumentando, tanto no mercado nacional quanto no internacional. Neste trabalho objetivou-se avaliar a influência de diferentes irradiâncias e concentrações de sacarose durante o enraizamento in vitro, sobre a sobrevivência das mudas na fase de aclimatização. Para tanto, foram testadas diferentes concentrações de sacarose (0, 10, 20 e 30 g L-1) no meio de enraizamento, bem como duas irradiâncias (22,9 e 66,9 mmol m-2 s-1) em sala de crescimento. O melhor resultado em termos de enraizamento foi obtido no meio de cultura contendo 30 g L-1 de sacarose sob irradiância de 66,9 mmol m-2 s-1. Após a fase de enraizamento in vitro, as plantas foram transferidas para casa de vegetação e mantidas sob nebulização intermitente por 60 dias. Os resultados de sobrevivência aos 30 e 60 dias não diferiram estatisticamente para os dois níveis de irradiância testados. Entretanto, para concentrações de sacarose, a testemunha apresentou sobrevivência inferior (50%) diferindo estatisticamente dos demais tratamentos que foram semelhantes entre si (95 a 100%).
Abstract: Ornamental pineapple (Ananas bracteatus Schult. f.) is often used in landscape compositions in order to limit areas or borders. Micropropagation allows high multiplication rates and may be an interesting technique of vegetative propagation in order to meet the need of plants of this species that is rising on national and international markets. The objective of this study was to determine the effect of several light irradiances and sucrose concentrations during in vitro rooting on survival during the acclimatization stage. Several concentrations of sucrose (0, 10, 20 or 30 g L-1) in the rooting medium and two light irradiances (22.9 and 66.9 mmol m-2 s-1) in the culture room were tested. The best results of rooting were obtained on culture medium containing 30 g L-1 sucrose under an irradiance of 66.9 mmol m-2 s-1 . The plants were then transferred to the greenhouse and cultured under intermittent mist for 60 days. There was no significant difference among the results of survival under the two irradiances tested. However, for sucrose concentrations, the survival rate of the control (50%) was statistically inferior to that of the other treatments that were similar among them (95 and 100%).
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542010000700010
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback