Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/7349
Título: Biologia floral, sistema reprodutivo e métodos artificiais de hibridação de Hemerocallis hybrida
Título(s) alternativo(s): Floral biology, reproductive system and artificial methods of hybridization of Hemerocallis hybrida
Autor: Menezes, Sara Pereira
Oliveira, Antonio Carlos de
Palavras-chave: Alogamia
Planta ornamental
Polinização
Allogamy
Ornamental plant
Pollination
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Data: 1-Fev-2011
Referência: MENEZES, S. P.; OLIVEIRA, A. C. de. Biologia floral, sistema reprodutivo e métodos artificiais de hibridação de Hemerocallis hybrida. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 35, n. 1, p. 28-34, jan./fev. 2011.
Resumo: A espécie ornamental Hemerocallis hybrida Hort. é uma planta herbácea perene originária da Ásia. Conduziu-se este trabalho, com o objetivo de estudar métodos artificiais de hibridação, biologia floral e o sistema reprodutivo de plantas de 'lírio-de-São-José', com vistas a gerar subsídios a programas de melhoramento genético dessa espécie ornamental. A técnica de cobertura do estigma de flores de 'lírio-de-São-José', ao invés de se cobrir toda a flor, após a realização do cruzamento artificial, proporciona maior taxa de pegamento e maturação de cápsulas de sementes (p < 0,001; Teste ² de contingência 2 x 2; correção de Yates). A antese é a melhor fenofase para realização de cruzamentos controlados, apresentando taxa de receptividade estigmática de 100%, sendo a quantidade de grãos de pólen viáveis 45% maior que na fase senescência. A espécie estudada é hermafrodita, sendo essencialmente alógama, apresentando índices de autoincompatibilidade e de autogamia iguais a zero.
Abstract: The ornamental species Hemerocallis hybrida Hort. is a perennial herbaceous plant originated in Asia. The objective of the present work to study the artificial methods of hybridization¸ floral biology and reproductive system of daylily plants to support genetic and breeding programs of this species. The technique of covering the stigma of daylily's flowers with aluminum paper instead of covering the whole flower after the artificial crossing, provides higher setting and maturation of seed capsules (p < 0,001; Test 2 contingency 2 x 2; correction of Yates). Blooming is the best phenophase for controlled crossings with estigmatic reception of 100%, and amount of viable pollen grains of 45% higher then the phase of the senescence. The studied species is hermaphrodite, essentially allogamous, with self-incompatibility and autogamy indexes equal to zero.
Outras Identificações : http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542011000100003
Idioma: pt
Aparece nas coleções:Ciência e Agrotecnologia

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.