Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/7369
Título: Avaliação ergonômica de uma colhedora de cana-de-açúcar
Título(s) alternativo(s): Ergonomic evaluation of a sugarcane harvesting machine
Autor: Silva, Carla Bento da
Volpato, Carlos Eduardo Silva
Andrade, Luis Antônio de Bastos
Barbosa, Jackson Antonio
Palavras-chave: Ergonomia
Colheita mecânica
Saccharum spp
Ergonomics
Harvester
Sugarcane
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Data: 1-Fev-2011
Referência: SILVA, C. B. da et al. Avaliação ergonômica de uma colhedora de cana-de-açúcar. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 35, n. 1, p. 179-185, jan./fev. 2011.
Resumo: Objetivou-se, no presente trabalho, realizar uma avaliação ergonômica de uma colhedora de cana-de-açúcar, localizada no município de Barra Bonita, estado de São Paulo, em janeiro de 2007. A avaliação ergonômica foi conduzida em uma colhedora de cana-de-açúcar que apresentou produtividade de 831,84 ton dia-1 na safra de 2006/2007, com base no manual Ergonomic Guidelines for Forest Machines (Skogforsk, 1999), segundo o qual os itens avaliados são distribuídos em cinco classes: A, B, C, D ou 0 (zero ). A melhor classificação ergonômica da colhedora foi atribuída aos itens visibilidade ampla, assento do operador e controle de clima na cabine. os itens cabine, iluminação, controles e operação da máquina, ruído e manual do operador foram classificados como C. o item exaustão de gases e poeiras foi incluído na classe D. O pior item avaliado foi a visibilidade da soqueira, sendo classificado com zero. Assim, a avaliação ergonômica global resultou numa classificação como C, indicando a possibilidade de um trabalho produtivo, desde que pequenas alterações em seu planejamento sejam ajustadas.
Abstract: The objective of this work was to evaluate a sugarcane harvesting machine, operating in a sugarcane plant located at Barra Bonita, State of São Paulo, in January 2007, which presented the best performance during the 2006/2007 crop season. The ergonomic evaluation was accomplished dased at the recommendations of the "Ergonomic Guidelines for Forest Machines" (Skogforsk, 1999), which grades each item into five classes: A, B, C, D or 0 (zero). The best ergonomic rate was achieved by the following items: wide visibility, operator seat and temperature control in work post. the items work post, illumination, commands and instruments, noise level and operator's manual were ranked as C. gas exhaustion was classified as D. The visibility of the stem base was the worst ranked item, classified as 0 (zero). Therefore, the machine obtained an overall ergonomic classification as C, which indicates the possibility of a productive work if a few structure items are adjusted.
Outras Identificações : http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542011000100023
Idioma: pt
Aparece nas coleções:Ciência e Agrotecnologia
DAG - Artigos publicados em periódicos
DEG - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.