Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/7376

Título: Fixação biológica de nitrogênio e teores foliares de nutrientes na soja em função de doses de molibdênio e gesso agrícola
Título Alternativo: Biological nitrogen fixation and leaf nutrient concentration on soybean as a function of molybdenum and gypsum levels
Autor(es): Gelain, Evandro
Rosa Junior, Edgard Jardim
Mercante, Fábio Martins
Fortes, Danilo Gomes
Souza, Fábio Régis de
Rosa, Yara Brito Chaim Jardim
Assunto: Glycine max
Bradyrhizobium japonicum
Nutrição de planta
Plant nutrition
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Abr-2011
Referência: GELAIN, E. et al. Fixação biológica de nitrogênio e teores foliares de nutrientes na soja em função de doses de molibdênio e gesso agrícola. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 35, n. 2, p. 259-269, mar./abr. 2011.
Resumo: A competitividade econômica da soja brasileira no mercado mundial se deve, em grande parte, aos benefícios da fixação biológica do nitrogênio na cultura. O trabalho foi conduzido a campo, sob sistema plantio direto, em condição de sequeiro, no Município de Maracaju-MS, com o objetivo de avaliar a nodulação, o crescimento, nutrição mineral e produtividade de grãos da soja submetida a diferentes doses de gesso agrícola e molibdênio. Foi utilizado o delineamento experimental de blocos ao acaso, com cinco repetições e esquema de parcelas subdivididas, sendo as parcelas representadas por quatro doses de gesso agrícola (0, 1.000, 2.000 e 3.000 kg ha-1) e as subparcelas, por quatro doses de molibdênio (0, 20, 40 e 60 g ha-1). Não houve efeito da interação gesso x Mo sobre a produtividade da soja. O gesso agrícola não influencia no teor foliar de N e na produtividade. O Mo proporciona incrementos na produtividade e no teor de proteínas dos grãos.
Abstract: The economic competitiveness of Brazilian soybeans on the world market occurs, in large part, due to the benefits of biological nitrogen fixation in this crop. The field experiment was carried out in Maracaju, Mato Grosso do Sul State, Brazil, under no-tillage system, in rainfed condition. The aim was to evaluate nodulation, growth, mineral nutrition and grain yield of soybeans under different doses of gypsum and molybdenum. The experimental design used was a randomized block with five replicates and arranged in a split-plot squeme, with the plot represented by four doses of gypsum (0, 1.000, 2.000 and 3.000 kg ha-1) and the subplots by four doses of molybdenum (0, 20, 40 and 60 g ha-1). There were no interaction effects of Mo x gypsum for grain yield. Gypsum has no influence in the N leaf content and grain yield. Mo increases grain yield and protein levels in the grain.
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542011000200005
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback