Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/7430

Título: Influência de genótipos de couve (Brassica oleracea L. var. acephala DC.) na biologia de Plutella xylostella (L., 1758) (Lepidoptera: Plutellidae)
Título Alternativo: Influence of cabbage genotypes (Brassica oleracea L. var. acephala DC.) on the biology of Plutella xylostella (L., 1758) (Lepidoptera: Plutellidae)
Autor(es): Boiça Junior, Arlindo Leal
Tagliari, Sônia Regina Alves
Pitta, Rafael Major
Jesus, Flávio Gonçalves de
Braz, Leila Trevizan
Assunto: Brassicaceae
Traça-das-cruciferas
Resistência de plantas
Antibiose
Diamondback moth
Plant resistance
Antibiosis
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Ago-2011
Referência: BOICA JUNIOR, A. L. et al. Influência de genótipos de couve (Brassica oleracea L. var. acephala DC.) na biologia de Plutella xylostella (L., 1758) (Lepidoptera: Plutellidae). Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 35, n. 4, p. 710-717, jul./ago. 2011.
Resumo: Objetivou-se, com este trabalho, avaliar a influência de alguns genótipos de couve (Brassica oleracea L. var. acephala DC.) no desenvolvimento de Plutella xylostella (L., 1758) (Lepidoptera: Plutellidae). Os genótipos avaliados foram: Manteiga de Ribeirão Pires I-2620, Roxa I-919, Manteiga de São José, Manteiga de Monte Alegre, Pires 2 de Campinas, Couve Comum, Couve de Arthur Nogueira 2, Couve de Arthur Nogueira 1. Lagartas recém-eclodidas foram mantida em discos foliares de 8 cm de diâmetro para cada genótipo. Foram analisados os seguintes parâmetros: duração e viabilidade das fases larval e pupal, longevidade e fecundidade de adultos, utilizando análises paramétricas e de agrupamentos para interpretação dos dados. Observou-se um prolongamento em dias no ciclo de P. xylostella, aumento no peso de pupa e maiores valores de viabilidade e fecundidade, durante a segunda geração. O genótipo Couve de Arthur Nogueira 2 foi menos favorável ao desenvolvimento de P. xylostella nas duas gerações, e Couve Comum demonstrou maior influência negativa ao inseto na segunda geração. Manteiga de Ribeirão Pires I-2620 foi o mais suscetível nas duas gerações, agrupando com este na segunda geração Pires 2 de Campinas e Manteiga de São José.
Abstract: The purpose of this study was to evaluate the effect of cabbage genotypes (Brassica oleracea L. var. acephala DC.) on growth of Plutella xylostella (Lepidoptera: Plutellidae). The genotypes evaluated were: Manteiga of Ribeirão Pires I-2620, Roxa I919, Manteiga of São José, Manteiga of Monte Alegre, Pires 2 of Campinas, Couve Comum, Couve of Arthur Nogueira 2, Couve of Arthur Nogueira 1. Neonate larvae were reared in 8 cm leaf discs of each genotype. The parameters evaluated were: period and viability of the larval and pupal stages, sex ratio, longevity and fecundity of adults. Parametric and Cluster analyses were used for data analysis. Overall, it was observed a developmental delay in the P. xylostella cicle, larger pupal, higher viability and fecundity during the second generation. Couve of Arthur Nogueira 2 was less favorable to the development of P. xylostella in the two generations, and Couve Comum was not an appropriate host for the insect in the second generation. Manteiga of Ribeirão Pires I-2620 was the most susceptible in both generations belonging to the same cluster with Pires 2 of Campinas and Manteiga of São José in the second generation.
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542011000400009
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback