Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/7448
Título: Bioassay method for toxicity studies of insecticide formulations to Tuta absoluta (meyrick, 1917)
Título(s) alternativo(s): Metodologia de bioensaio para estudos de toxicidade de formulações comerciais de inseticidas a Tuta absoluta (Meyrick, 1917)
Autor: Galdino, Tarcísio Visintin da Silva
Picanço, Marcelo Coutinho
Morais, Elisangela Gomes Fidelis de
Silva, Nilson Rodrigues
Silva, Geverson Aelton Rezende da
Lopes, Mayara Cristina
Palavras-chave: Susceptibility
Tomato leafminer
Chemical control
Bioassay standardization
Resistance survey
Suscetibilidade
Traça-do-tomateiro
Controle químico
Padronização de bioensaio
Levantamento de resistência
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Data: 1-Out-2011
Referência: GALDINO, T. V. da S. et al. Bioassay method for toxicity studies of insecticide formulations to Tuta absoluta (meyrick, 1917). Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 35, n. 5, p. 869-877, set./out. 2011.
Resumo: O principal método utilizado no controle da traça-do-tomateiro Tuta absoluta (Meyrick, 1917) (Lepidoptera: Gelechiidae) é a aplicação de inseticidas. As técnicas atuais de avaliação da toxicidade de inseticidas sobre essa praga não simulam a situação de campo e não possibilitam a verificação se as doses usadas no campo são eficientes no seu controle. Assim, neste trabalho, objetivou-se desenvolver uma metodologia que represente as condições de campo para inseticidas de ação rápida (neurotóxicos e inibidores respiratórios) e de ação lenta (Bacillus thuringiensis e reguladores de crescimento. A metodologia mais eficiente para estudos de toxicidade de formulações comerciais a T. absoluta foi a imersão de folhas em calda inseticida. Para os bioensaios de inseticidas de ação rápida, sugere-se que estes sejam realizados em placas de Petri, contendo folíolos de tomate da 4ª folha a partir do ápice da planta, infestados com 10 larvas de 3º ínstar e eles podem durar 48 horas. Quanto aos bioensaios de toxicidade de inseticidas de ação lenta, sugere-se que sejam realizados em garrafas PET transparentes, de dois litros, contendo a 4ª folha de tomate a partir do ápice da planta infestada com 10 larvas de 2º ínstar e seu pecíolo inserido em vidro de 120 mL contendo água. Nesse caso, o bioensaio pode durar sete dias sem prejuízo na eficiência.
Abstract: Chemical control is the main method for controlling the tomato leafminer, Tuta absoluta (Meyrick, 1917) (Lepidoptera: Gelechiidae). Reported techniques for the evaluation of insecticide toxicity to the tomato leafminer are not in agreement with field conditions and do not allow us to verify whether doses used in the field are efficient for control. Thus, the objective of this work was to develop a bioassay methodology to study the toxicity of insecticide formulations to T. absoluta that represent field conditions for fast-acting insecticides (neurotoxics and inhibitors of respiration) and slow-acting insecticides (Bacillus thuringiensis and insect growth regulators). The leaf-dip method was the most efficient method for toxicity studies of insecticides formulations to T. absoluta. We verified that bioassays with fast-acting insecticides should be performed with glass Petri dishes containing one tomato foliole from the 4th leaf from the plant apex infested with 10 larvae of 3rd instar and these bioassays can last 48 hours. Conversely, bioassays with slow-acting insecticides should be performed with two-liter transparent PET bottles containing the 4th leaf from the plant apex, with their petioles immersed in a glass bottle containing 120 mL of water, and this leaf should be infested with 10 larvae of 2nd instar and this bioassays can last seven days.
Outras Identificações : http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542011000500002
Idioma: en
Aparece nas coleções:Ciência e Agrotecnologia

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.