Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/7466

Título: Influência do manejo de mamada sobre o retorno ao estro em ovelhas no pós-parto
Título Alternativo: Influence of the suckling management on the estrus return in ewes at post-partum
Autor(es): Assis, Roberta de Moura
Pérez, Juan Ramon Olalquiaga
Souza, José Camisão de
Leite, Rafael Fernandes
Carvalho, José Rodolfo Reis de
Assunto: Ovinos - Reprodução
Ovinos - Cio
Ovinos - Mamada controlada
Sheep - Reproduction
Sheep - Estrus
Sheep - Controlled suckling
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Out-2011
Referência: ASSIS, R. de M. et al. Influência do manejo de mamada sobre o retorno ao estro em ovelhas no pós-parto. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 35, n. 5, p. 1009-1016, set./out. 2011.
Resumo: Conduziu-se este estudo, com o objetivo de avaliar o retorno ao estro pós-parto de ovelhas submetidas a diferentes manejos de mamada. Foram utilizados 56 ovelhas Santa Inês e Bergamácia, 71 cordeiros e 3 rufiões. Os manejos de mamada (MM) foram: 1: contínua; 2: duas mamadas diárias; 3: mamada durante a noite. O período experimental foi dos 15 dias pós-parto até o desmame aos 60 dias. Até os 15, dias de idade os cordeiros permaneceram com suas mães em período integral. No MM 1, as ovelhas permaneceram com seus cordeiros em uma baia, em período integral. No MM 2, as ovelhas passaram a noite em uma baia e o dia em pastagem, momento em que não possuíam contato físico e visual com as crias. Seus cordeiros permaneceram em outra baia em período integral, para onde as ovelhas eram encaminhadas no momento da amamentação. No MM 3, as ovelhas passaram o dia em pastagem e a noite com seus cordeiros em uma baia, na qual os cordeiros permaneceram em período integral. Todas as ovelhas e todos os cordeiros receberam alimentação nas baias. Para identificação das ovelhas em estro foram utilizados rufiões, os quais permaneceram com elas em período integral. Os dados foram submetidos à análise de variância (PROC GLM, Sas®), e as médias comparadas por contrastes. O MM 2 possibilitou retorno ao estro pós-parto precoce quando comparado ao MM 3 e ao MM 1. Houve pouca ou nenhuma influência do anestro lactacional, pois 80% das ovelhas apresentaram estro durante a amamentação.
Abstract: The objective of this work was to evaluate the return to postpartum estrus of ewes submitted to different suckling managements. Fifty-six (56) Santa Ines and Bergamácia ewes, 71 lambs and 3 teasers were utilized. The suckling managements (MM) were: 1: Continuous; 2: Two daily sucklings; 3: suckling during the night. The experimental period was from 15 days postpartum to weaning at 60 days. The lambs stayed with their mothers until they were 15 days old. For MM 1, the ewes remained with their lambs in a pen for the duration of the study. For MM 2, the ewes spent the night in a pen and the day in pasture; they had no visual or physical contact with their sucklings during the day. Their lambs were kept in a separate pen during the day, where the ewes were led at suckling time. For MM 3, the ewes spent the day in pasture and the night with their lambs in a pen, in which the lambs remained the whole time. All the ewes and all the lambs were fed in the pens. For identification of the ewes in estrus, teasers were utilized, which remained with them the whole time. The data was submitted to an analysis of variance (PROC GLM, Sas®) and the means compared by contrasts. MM 2 made it possible for ewes to return to postpartum estrus early when compared with MM 3 and MM 1. There was little or no influence of lactation anestrous, since 80% of the ewes presented estrus during suckling.
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542011000500020
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback