Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DFP - Departamento de Fitopatologia >
DFP - Programa de Pós-graduação >
DFP - Agronomia/Fitopatologia - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/769

Título: Caracterização biológica e filogenética do agente etiológico da fusariose da pimenta-do-reino no Brasil
Autor(es): Vaz, Aline Brito
Orientador: Pfenning, Ludwig Heinrich
Coorientador(es): Guimarães, Sarah da Silva Costa
Membro da banca: Ventura, José Aires
Ferreira, Maria Alves
Mathioni, Sandra Marisa
Tessmann, Dauri José
Área de concentração: Fitopatologia
Assunto: Complexo de espécie Fusarium solani
Piper nigrum
Espécie filogenética
Espécie biológica
Mating Population
Filogenia molecular
Doença de plantas
Fusarium solani specie complex
Biological specie
Phylogenetic specie
Molecular phylogeny
Plant disease
Data de Defesa: 25-Fev-2013
Data de publicação: 1-Jul-2013
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES
Referência: VAZ, A. B. Caracterização biológica e filogenética do agente etiológico da fusariose da pimenta-do-reino no Brasil. 2013. 62 p. Tese (Doutorado em Agronomia/Fitopatologia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.
Resumo: O Brasil se destaca como um dos maiores produtores da pimenta-do-reino (Piper nigrum L.) em todo o mundo. A fusariose, causada por Fusarium solani f.sp. piperis, é considerada a principal doença e promove podridão das raízes e secamento dos ramos. Neste trabalho foi investigado, se essa forma specialis corresponde a uma espécie filogenética e biológica dentro do Complexo de espécies de Fusarium solani – FSSC. Foi obtida uma coleção de 104 isolados dos estados produtores Espírito Santo, Bahia, Pará e Amapá. Os isolados foram submetidos a análises de filogenia molecular de três regiões gênicas (TEF, RPB2, ITS-LSU rDNA), testes de patogenicidade e avaliação dos marcadores morfológicos. Para verificar a existência de barreira reprodutiva entre isolados, isolados de mating types opostos foram cruzados para indução da fase sexuada. Na análise filogenética de Máxima Parcimônia, os isolados patogênicos formaram um clado único, distinto das demais espécies e formas, com alto suporte bootstrap nas três regiões analisadas. Na análise combinada das três regiões, o suporte para o clado de F. solani f.sp. piperis foi de 100%. Isolados patogênicos formaram peritécios férteis quando cruzados entre si, mas não com outros isolados. Isolados com alta fertilidade de ambos os mating types foram selecionados como testadores. Na avaliação dos caracteres morfológicos, não foi possível identificar um marcador específico para essa espécie. De acordo com os resultados obtidos, a população conhecida como F. solani f.sp. piperis representa uma espécie filogenética e biológica heterotálica no FSSC, com especificidade à pimenta-do-reino. Outras formas homotálicas e heterotálicas também ocorrem em associação com essa planta, entretanto não causam doença.
The main disease of Piper nigrum in Brazil is caused by Fusarium solani f.sp. piperis. Disease symptoms include leaf chlorosis, blight of stems, root and foot decay. The objectives of this study were to investigate whether this form corresponds to a biological and phylogenetic species within the Fusarium solani Species Complex - FSSC. One hundred and four isolates with characteristics of F. solani were obtained from diseased plants collected in the main producing areas and characterized by means of laboratory crosses, phylogenetic analyses, and pathogenicity tests. Tests for homothallism and crossings of isolates of opposite mating types identified 10 homothallic isolates and a set of 25 heterothallic intercrossing strains. In phylogenetic analyses conducted with 44 isolates using partial sequences of the genes TEF, RPB2 and ITS-LSU rDNA, the sexually compatible isolates formed a single clade (100% bootstrap support) together with a reference strain of F. solani f.sp. piperis, and distinct from other species and forms in the FSSC. Remaining isolates were grouped in 10 different lineages in a phylogenetic tree based on TEF sequences. In pathogenicity tests repeated twice with 35 isolates, only isolates of F. solani f.sp. piperis induced disease symptoms on inoculated plants. According to our results, the pathogen represents a phylogenetic and biological species in the FSSC. Other homothallic and heterothallic isolates of F. solani occur in association with black pepper, but do not cause disease.
Informações adicionais: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Fitopatologia, área de concentração em Fitopatologia, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/769
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DFP - Agronomia/Fitopatologia - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Caracterização biológica e filogenética do agente etiológico da fusariose da pimenta-do-reino no Brasil.pdf1,8 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback