Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
CERNE >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/7691

Title: Caracterização das madeiras denominadas de pau-de-escora comercializadas na cidade de Manaus, Amazonas
Other Titles: Characterization of woods known as pau-de-escora marketed in the city of Manaus, Amazonas
???metadata.dc.creator???: Castro, Jonnys Paz
Mady, Francisco Tarcísio Moraes
Higuchi, Niro
Vasconcellos, Francisco José de
Freitas, Jorge Alves de
Silva, Blenda Naara Santos da
Keywords: Escoramento
Mensuração
Identificação anatômica de madeiras
Atividade comercial
Concrete lining
Wood identification anatomy
Commercial activity
Publisher: UFLA - Universidade Federal de Lavras
???metadata.dc.date???: 1-Dec-2012
Citation: CASTRO, J. P. et al. Caracterização das madeiras denominadas de pau-de-escora comercializadas na cidade de Manaus, Amazonas. Cerne, Lavras, v. 18, n. 4, p. 557-563, 2012.
Abstract: The objective was to characterize the wood product commercially known as pau-de-escora in Manaus, Amazonas. Pau-de-escora is a key foundation material to build concrete lining or storey in tower buildings. The use of pau-de-escora is very popular in Manaus even in public building construction. To carry out the analyses and the anatomical identification of the material, we used 450 pau-de-escora poles, which were apprehended by the Environmental Battalion of Amazonas Police Force. It was also carried out a social survey to better understand the dynamics of the trade of this product in Manaus. The length of the 450 poles averaged 3.74 ± 0.08 m (CI 95%) and diameter at the base averaged 4.48 ± 0.03 cm (CI 95%). These small differences related to the means indicate that the market requires a very clear dimension pattern for this wood product. The seven most abundant families encountered were: Fabaceae, Annonaceae, Sapotaceae, Lecythidaceae, Lauraceae, Burseraceae and Chrysobalanaceae. The selling price of pau-de-escora pole in Manaus averaged R$ 2.63, and the buying price averaged R$ 3.94. The custody chain of pau-de-escora is completely illegal not only in Brazil, perhaps worldwide because it is part of the natural regeneration ofprimary or recovery forests.
Other Identifiers: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-77602012000400005
Description: Neste trabalho, objetivou-se caracterizar as madeiras comercializadas como pau-de-escora na cidade de Manaus, Amazonas. Esse produto é utilizado como apoio na construção de lajes. Com exceção dos grandes prédios de apartamentos, a maioria das construções e reformas residenciais ainda utiliza esse produto, inclusive em prédios públicos. As estimativas quantitativas de dimensão e as análises anatômicas macroscópicas foram realizadas em 450 "varas" de pau-de-escora apreendidas pelo Batalhão Ambiental-AM. Houve, ainda, aplicação de questionário junto aos estabelecimentos que as vendem, para avaliar a dinâmica do comércio deste produto. O comprimento médio encontrado foi de 3,74 ± 0,08 m (IC 95%) e o diâmetro médio foi de 4,48 ± 0,03 cm (IC 95%). As sete famílias mais abundantes encontradas foram: Fabaceae, Annonaceae, Sapotaceae, Lecythidaceae, Lauraceae, Burseraceae e Chrysobalanaceae. O preço médio geral encontrado em Manaus para a compra de pau-de-escora foi R$ 2,63 e o de venda foi de R$ 3,94. Em geral, o pau-de-escora consumido em Manaus é ilegal, da produção à comercialização. Há uma padronização quanto às dimensões nas quais esse produto é comercializado, assim como o preço, nas casas comerciais que vendem irregularmente o referido material.
???metadata.dc.language???: pt
Appears in Collections:CERNE

Files in This Item:

There are no files associated with this item.

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback