Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/785
Título: Influência do horário de aplicação e da variedade genética em tilápias Oreochromis niloticus submetidas à indução hormonal com HCG
Autor : Souza, Ulisses Nascimento de
Primeiro orientador: Freitas, Rilke Tadeu Fonseca de
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Sousa, Raimundo Vicente de
Vicente Neto, João
Primeiro membro da banca: Rosa, Priscila Vieira e
Murgas, Luis David Solis
Felizardo, Viviane de Oliveira
Área de concentração: Ciências Veterinárias
Palavras-chave: Fotoperíodo
GIFT
HCG
Peixe
Photoperiod
Fish
Data da publicação: 2013
Agência(s) de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES
Referência: SOUZA, U. N. de. Influência do horário de aplicação e da variedade genética em tilápias Oreochromis niloticus submetidas à indução hormonal com HCG. 2013. 71 p. Tese (Doutorado em Ciências Veterinárias) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.
Resumo: Com este trabalho objetivou-se avaliar a influência do horário de aplicação e da variedade genética em fêmeas e machos de tilápias do nilo submetidas a indução hormonal com HCG. Os experimentos foram conduzidos em delineamento inteiramente casualizado, para fêmeas utilizou-se um esquema fatorial 2x4x2 (duas variedades, quatro horários de aplicação, com e sem HCG), sendo quatro repetições para os tratamentos controle e seis para induzidos com HCG; para os machos um fatorial 2x4 (duas variedades e quatro horários de aplicação do HCG) com cinco repetições. Nos dois casos, a unidade experimental foi o indivíduo. Foram utilizados 20 machos e 40 fêmeas das variedades GIFT e 20 machos e 40 fêmeas da variedade UFLA, microchipados, alojados em um sistema de recirculação de água. Para os machos os quatro horários de aplicação hormonal avaliados foram 6; 12; 18 e, 24 horas em dose única para cada animal e as fêmeas os horários de indução do HCG e soro fisiológico foram distribuídos em 04 sistemas de aplicação, sendo: Sistema 1: 6/24 h (1ª dose/2ª dose); Sistema 2: 12/6 h; Sistema 3: 18/12 h e Sistema 4: 24/18 horas. A dosagem de HCG foi de 5 UI/grama de peso de peixe. A espermiação e a extrusão dos ovócitos foram realizadas 24 horas após a última aplicação, mediante massagem celomática. Foi observado o número de animais que apresentaram liberação de gametas e nas fêmeas avaliados o índice de desova, fecundidade absoluta e absoluta relativa ao peso e comprimento, diâmetro e posição periférica da vesícula germinativa; nos machos foram avaliadas a concentração, volume, motilidade e duração espermática e quantidade de células normais. Os dados obtidos foram submetidos à análise de variância e as médias foram comparadas pelo teste SNK a 5% de significância. Para fêmeas a indução hormonal com HCG foi influenciada pela variedade e pelo horário de aplicação. A variedade UFLA respondeu melhor a indução hormonal quando realizada nos horários de 6 e 12 horas. Nos machos das variedades genéticas UFLA e GIFT o horário de aplicação hormonal com HCG afetou a resposta à indução e responderam de formas diferentes.
This work aimed at evaluating the influence of the time of application and of genetic variability in female and male Nile tilapias submitted to hormonal induction with HCG. The experiments were conducted in a completely randomized design. A 2x4x2 (2 varieties, 4 application times, with and without HCG) factorial scheme was used for the females, with 4 replicates for the control treatments and 6 for those with HCG induction. For the males, we used a 2x4 (2 varieties and 4 HCG application times) factorial scheme with 5 replicates. In both cases, the individual was considered the experimental unit. Twenty males and forty females of the GIFT variety, and twenty males and forty females of the UFLA variety, with microchips, were housed in a water recirculation system. The four hormonal application time evaluated for the males were 6; 12; 18 and 24 hours, in a single dose for each animal. For the females, the time of HCG and physiological serum induction were distributed in four application systems: System 1 – 6/24 h (1st dose/ 2nd dose); System 2 – 12/6 h; System 3 – 18/12 h and; System 4 – 24/18 hours. The HCG dosage was of 5 UI/gram of fish. The spermiation and oocyte extrusion were performed 24 hours after the last application with choelomic massage. We observed the number of animals which released gametes and, for the females we evaluated spawning index, absolute fecundity and absolute fecundity relative to weight and length, the diameter and the peripheral position of the germinal vesicle. For the males, we evaluated the sperm concentration, volume, motility and duration, and the amount of normal cells. The obtained data were submitted to variance analysis and the means were compared by the SNK test at 5% of significance. For the females, the hormonal induction with HCG was influenced by the variety and application time. The UFLA variety responded better to hormonal induction when performed at the times of 6 and 12 hours. For the males of UFLA and GIFT genetic varieties, the time of hormonal application of HCG affected the response to the induction and they responded differently.
metadata.teses.dc.description: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias, área de concentração em Ciências Veterinárias, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/785
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DMV - Ciências Veterinárias - Doutorado (Teses)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.