Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
PPBV - Programa de Pós-graduação em Biotecnologia Vegetal >
PPBV - Biotecnologia Vegetal - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/8329

Title: Análise proteômica do efeito do condicionamento fisiológico e do choque térmico em sementes de Eucalyptus urophylla
???metadata.dc.creator???: Martins, Rayana de Sá
???metadata.dc.contributor.advisor1???: José, Anderson Cleiton
???metadata.dc.contributor.referee1???: Faria, José Marcio Rocha
Oliveira, Julio Maia de
???metadata.dc.description.concentration???: Biologia Molecular
Keywords: Condicionamento osmótico
Eucalipto
Estresse
Proteínas
Sementes florestais
Priming
Eucalyptus
Stress
Proteins
Forest seeds
???metadata.dc.date.submitted???: 24-Feb-2015
Issue Date: 2015
???metadata.dc.description.sponsorship???: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Citation: MARTINS, R. de S. Análise proteômica do efeito do condicionamento fisiológico e do choque térmico em sementes de Eucalyptus urophylla. 2015. 79 p. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia Vegetal) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
???metadata.dc.description.resumo???: Priming is a pre-germinative treatment applied to seeds aiming to accelerate and synchronize germination, but also to increase stress tolerance. Thus, seed priming is thought to be an initial stress signal that could activate genes to facilitate quicker and more potent responses to subsequent stresses. The aim of this study was to evaluate priming and heat shock effects on Eucalyptus urophylla seeds under different temperatures and the effects of these treatments on protein abundance by proteomic analysis. In this study, dry seeds (control) were employed and treated in polyethylene glycol (PEG) at the potential of -1.0 MPa at 20°C in the dark for 3 days, followed or not by heat shock. Seeds were subsequently germinated for 14 days under constant light in a thermogradient table ranging from 9 to 31°C. Priming followed or not by heat shock significantly increased Eucalyptus urophylla seed germination at 9°C and induced the highest germination rate index at 31°C. Therefore, treatments chosen for proteomic analysis were the three conditions of seeds at extreme temperatures (9 and 31°C) and dry seeds for control. Total proteins were extracted from each sample using urea/thiourea method and were analyzed by two-dimensional electrophoresis. By comparative proteomics, we identified changes in protein abundance and related those changes to their function and the results obtained in the physiological experiments.
O condicionamento fisiológico é um tratamento pré-germinativo aplicado em sementes com o objetivo principal de acelerar e uniformizar a germinação das mesmas, além de aumentar a tolerância a estresses. Assim, o condicionamento de sementes pode ser considerado um fator de estresse inicial, podendo ativar genes que serão expressos de uma maneira mais rápida e intensa em reposta a um estresse posterior. O objetivo neste trabalho foi avaliar o efeito do condicionamento fisiológico e do choque térmico (CT) no desempenho de sementes de Eucalyptus urophylla sob diferentes temperaturas e estudar o efeito destes tratamentos na alteração da quantidade de proteínas através da análise proteômica. Para isto, foram utilizadas sementes secas (controle) e condicionadas em tubos falcon contendo soluções de polietilenoglicol (PEG) no potencial de -1,0 MPa por 3 dias à 20ºC no escuro, seguidas ou não de CT. Posteriormente as sementes foram colocadas para germinar durante 14 dias, sob luz constante, em mesa termogradiente em 5 temperaturas variando entre 9 a 31ºC. Como o condicionamento (PEG/PEG + CT) aumentou significativamente a germinação de sementes de Eucalyptus urophylla à 9ºC e apresentou o maior índice de velocidade de germinação (IVG) à 31⁰C, os tratamentos escolhidos para análise proteômica foram as três condições das sementes (sementes secas, PEG e PEG + CT) nas temperaturas extremas (9 e 31⁰C) e como controle as sementes secas. Proteínas totais foram extraídas de cada tratamento pelo método uréia/tiuréia e separadas por eletroforese bidimensional. Através da proteômica comparativa, foi possível analisar a alteração na abundância de proteínas e relacionar suas funções com os resultados obtidos neste trabalho.
Description: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia Vegetal, área de concentração em Biologia Molecular, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/8329
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:PPBV - Biotecnologia Vegetal - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO_Análise proteômica do efeito do condicionamento fisiológico e do choque térmico em sementes de Eucalyptus urophylla.pdf3.19 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback