Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DMV - Departamento de Medicina Veterinária >
DMV - Programa de Pós-graduação >
DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/864

Título: Estudo da vascularização uterina em primíparas suínas e sua relação com o desenvolvimento fetal e placentário
Autor(es): Zangeronimo, Márcio Gilberto
Guimarães, Gregório Corrêa
Abreu, Márvio Lobão Teixeira de
Almeida, Fernanda Radicchi Campos Lobato de
Assunto: Reprodução
Gestação
Distribuição vascular uterina
Posição fetal
Sexo fetal
Útero
Artéria uterina
Reproduction
Fetal position
Gestation
Uterine vascular distribution
Fetal gender
Uterus
Uterine artery
Data de publicação: 2013
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Referência: BETARELLI, R. P. Estudo da vascularização uterina em primíparas suínas e sua relação com o desenvolvimento fetal e placentário. 2013. 84 p. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.
Resumo: Um experimento foi realizado objetivando-se descrever a vascularização uterina e sua relação com a dinâmica do desenvolvimento anatômico fetal e placentário em diferentes estágios gestacionais de primíparas suínas. Quinze fêmeas suínas primíparas DB-90 (DanBred), com peso vivo de 153,7 ± 11,9 kg e idade aproximada de 240 dias, foram inseminadas com sêmen de um mesmo reprodutor e divididas em três grupos de acordo com a idade gestacional de abate (50, 80 e 106 dias), totalizando cinco fêmeas em cada grupo. Após o abate dos animais, realizou-se a coleta e a identificação dos fetos e suas placentas e a repleção do sistema arterial uterino com látex para posterior quantificação do número e do diâmetro dos vasos sanguíneos em diferentes regiões do útero. Para as mensurações fetais e placentárias, foi utilizado um delineamento em blocos ao acaso (fêmea) em esquema fatorial 2x2x3 (sexo e posições do feto no útero - direito e esquerdo; ápice, parte média e base do útero) com dados desbalanceados, sendo o feto considerado a unidade experimental. Em seguida, os dados foram correlacionados entre si pelo teste de correlação de Pearson. Para o estudo da vascularização, foi utilizado o teste não paramétrico de Friedman. Ao todo, foram estudados 175 fetos. Aos 50 dias de gestação, fetos machos mostraram-se mais pesados e com maior perímetro torácico do que fêmeas. Neste período, o número de fetos por gestação e o peso da placenta foram positivamente correlacionados (P<0,01) com o peso e comprimento fetal, perímetros cefálico e torácico dos fetos e comprimento do fêmur e da tíbia dos fetos. Aos 80 e aos 106 dias de gestação, o peso da placenta teve correlações positivas (P<0,05) com a maioria das mensurações fetais, enquanto que o número de fetos não apresentou (P>0,05) correlações importantes. Aos 80 dias de gestação, os fetos localizados na base do útero apresentaram (P<0,05) menores perímetros cefálicos e torácicos e comprimento da tíbia. Maior número de vasos foi observado (P<0,05) na região média dos cornos uterinos, independentemente da idade gestacional ou antímero do útero (esquerdo ou direito). Conclui-se que existem diferenças na vascularização entre os diferentes segmentos uterinos, as quais são capazes de influenciar o desenvolvimento dos fetos até o terço médio da gestação, mas não no terço final.
An experiment was conducted aiming to describe the uterine vascularization and its relation to the dynamics of fetal and placental anatomic development at different gestational stages on primiparous sows. Fifteen DB-90 (DanBred) primiparous sows, with body weight of 153.7 ± 11.9kg, and 240 days old, were inseminated with semen collected from the same boar and divided into three groups according to gestational stage at slaughter (50, 80 and 106 days), with a total of five primiparous sows per group. After the slaughter, we performed the collection and identification of fetuses and their placenta and the repletion of the uterine arterial system with latex for further quantification of number and diameter of blood vessels in different regions of the uterus. For fetal and placental measurements, we used a randomized blocks (sow) design in a 2x2x3 factorial scheme (gender and uterine position of the fetus – right and left; apices, medium portion and base of the uterus) with unbalanced data, considering the fetus the experimental unit. Furthermore, the data were analyzed by Pearson’s correlation test. In order to study the vascularization, we used Friedman’s non-parametric test. In total, 175 fetuses were studied. At the 50th day of gestation, the male fetuses were heavier and presented larger thoracic perimeter than the females. In this stage, the number of fetus per gestation and placental weight were positively correlated (P<0.01) to weight and fetal length, cephalic and thoracic perimeters and length of the femur and tibia of the fetuses. At the 80th and 106th day of gestation, the placental weight presented positive correlations (P<0.05) with most fetal measurements, while the number of fetuses did not present (P>0.05) important correlations. At the 80th day of gestation, fetuses located in the base of the uterus presented (P<0.05) smaller cephalic and thoracic perimeters and tibia length. A larger number of vessels was observed (P<0.05) in the medium portion of the uterine horn, independent of gestation stage or uterine side (left or right). We concluded that there are differences in the vascularization between different uterine segments, which are capable of influencing fetal development until the gestation’s middle third, but not in the final third.
Informações adicionais: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias, área de concentração em Ciências Veterinárias, para a obtenção do título de Mestre. ARTIGO Estudo da vascularização uterina em primíparas suínas e sua relação com o desenvolvimento fetal e placentário.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/864
Aparece nas coleções: DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO Estudo da vascularização uterina em primíparas suínas e sua relação com o desenvolvimento.pdf588,42 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback