Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DMV - Departamento de Medicina Veterinária >
DMV - Programa de Pós-graduação >
DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/868

Título: Coinfecção experimental com o vírus da anemia infecciosa das galinhas e Mycoplasma gallisepticum em pintinhos SPF e tratamento com tilosina base comercial
Autor(es): Prezotto, Carolina Fontes
Orientador: Sousa, Raimundo Vicente de
Membro da banca: Martins, Nelson Rodrigo da Silva
Barrios, Priscilla Rochele
Peconick, Ana Paula
Área de concentração: Ciências Veterinárias
Assunto: CAV
Micoplasmose aviária
Macrolídeo
Avian mycoplasmosis
Macrolide
Data de Defesa: 27-Fev-2013
Data de publicação: 2013
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Referência: PREZOTTO, C. F. Coinfecção experimental com o vírus da anemia infecciosa das galinhas e Mycoplasma gallisepticum em pintinhos SPF e tratamento com tilosina base comercial. 2013. 71 p. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.
Resumo: O vírus da Anemia Infecciosa das Galinhas (CAV) e o Mycoplasma gallisepticum (MG) são importantes patógenos para galinhas da avicultura industrial, causando, respectivamente, anemia aplástica com imunodepressão e doença crônica respiratória. O CAV está disseminado em galinhas e frangos, além disso, o MG é alvo de erradicação obrigatória dos plantéis de reprodução. Na condição natural, ambas as infecções podem ocorrer simultaneamente. Investigou-se a coinfecção entre CAV e MG em pintinhos SPF (livre de patógenos específicos). Os pintinhos foram divididos em 5 grupos de 4 aves cada.Uma estirpe vacinal foi inoculada via intraperitoneal na dose de 2,3 log10 no dia da eclosão (1° dia) e aos 8 dias de vida, esses pintinhos foram desafiados com 6 x log10/ 0,2ml de uma estirpe vacinal cultivada de MG. Em um segundo momento deste estudo, dois dos grupos desafiados com CAV e MG foram tratados com uma tilosina base comercial administrada via água de bebida com o objetivo de analisar a capacidade desta tilosina em reduzir as lesões macroscópicas e microscópicas causadas pelo MG. A coinfecção foi obtida com as cepas vacinais (p<0,01) de CAV e MG, observando-se que os escores de lesões no timo, traqueia e sacos aéreos foram sempre superiores nos grupos com coinfecção, indicando sinergismo patogênico entre o CAV e MG vacinal. Além disso, as duas doses de tilosina administradas mostraram-se eficientes na redução das lesões causadas pelo MG na coinfecção desses agentes. Dessa forma foi demonstrada a possibilidade de coinfecção de pintinhos SPF com cepas vacinais de CAV e MG e também demonstrou-se a possibilidade de redução das lesões causadas por MG através do tratamento com tilosina base administrada via água de bebida.
Chicken Anemia Virus (CAV) and Mycoplasma gallisepticum (MG) are important pathogens for chickens, causing, respectively, aplastic anemia with immunosuppression and chronic respiratory disease. CAV is widespread in chickens and broilers, moreover MG is the target for eradication of breeding herds. In natural condition, both infections can occur simultaneously. Was investigated the co-infection between CAV and MG in SPF chicks. The chicks were divided into 5 groups of 4 birds. A vaccine strain was inoculated intraperitoneally in a dose of 2.3 log10 in one day old chicks (day 1) and after 8 days, these chicks were challenged with 6 x log 10 / 0.2 ml of a MG vaccine strain cultivated. In a second moment of this study, two groups challenged with CAV and MG were treated with a commercial tylosin base administered via drinking water in order to examine the ability of this tylosin in reducing gross and microscopic lesions caused by MG. Co-infection was obtained with the vaccine strains (p <0.01) of CAV and MG, noting that the scores of injuries in the thymus, trachea and air sacs were always higher in the groups with the co-infection, indicating pathogenic synergism between these vaccine strains. Also, the two doses of tylsin administered were effective in reducing lesions caused by MG in the co-infection of these agents. It was demonstrated the possibility of co-infection of SPF chicks with CAV and MG vaccine strains and it was demonstrated the possibility of reducing the damage caused by MG by treatment with tylosin base administered via drinking water.
Informações adicionais: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias, área de concentração em Ciências Veterinárias, para a obtenção do título de Mestre. ARTIGO 1 Coinfecção experimental com estirpes vacinais do vírus da anemia infecciosa das galinhas e Mycoplasma gallisepticum em aves SPF. ARTIGO 2 Avaliação de duas doses de uma tilosina base comercial a ser administrada via água de bebida para frangos de corte no tratamento de infecção por Mycoplasma gallisepticum.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/868
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO Coinfecção experimental com o vírus da anemia infecciosa das galinhas e Mycoplasma galliseptic.pdf351,34 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback