Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Organizações Rurais & Agroindustriais >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/8843

Título: AS ESTRATÉGIAS DE REPRODUÇÃO DE SITIANTES NO OESTE DE MINAS GERAIS E DE COLONOS NO SUDOESTE DO PARANÁ
Autor(es): Perondi, Miguel Angelo
Magalhães Ribeiro, Áureo Eduardo
Assunto: 
Estratégia; reprodução; agricultura familiar
Publicador: Organizações Rurais & Agroindustriais
Publicação: 18-Abr-2011
Outras Identificações: http://revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/280
Informações adicionais: Este estudo procura analisar as estratégias de reprodução dos agricultores familiares, por meio das evidências semelhantes encontradas em duas comunidades rurais. Os processos produtivos e reprodutivos são simultâneos e a contínua reconversão de parte da produção em novos meios recria as condições sociais e culturais da existência do agricultor. O esforço reprodutivo se revela quando se observa como é organizado o trabalho em família, como se elege seu sucessor, como ocorre o crescimento patrimonial e como conquistam novas atividades agrícolas e não agrícolas que os melhorem financeiramente. O trabalho se inicia apresentando o referencial teórico e bibliográfico utilizado na análise do problema estudado. Depois, apresenta as estratégias de reprodução que aparecem em ambos os casos. Percebeu-se uma dinâmica divisão do trabalho familiar, mas fixa quanto à relevância econômica da atividade e condicionada pelo critério homem/dinheiro e mulher/sustento. Foram similares os modos como preparam o seu sucessor e como se utilizaram da aquisição de terra para ajustar a herança. A poupança se apresentou na forma de gado para os sitiantes, sendo que, historicamente, o suíno teve o mesmo papel para os colonos. A migração e a pluriatividade apareceram como instrumentos fundamentais do crescimento patrimonial de jovens adultos. Também, em ambos os casos, apareceu a figura do negociante rural sendo executado por um membro da comunidade. Portanto, as estratégias de reprodução se mostraram semelhantes ao desenvolvimento da unidade de exploração familiar, resultado de conflitos e alianças, pressões internas e externas que agiram sobre si, num esforço de auto-exploração e auto-reprodução.
Idioma: por
Aparece nas coleções: Organizações Rurais & Agroindustriais

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback