Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Organizações Rurais & Agroindustriais >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/8850

Título: Marketing chain analysis: a case study of the melon sector in Rio Grande do Norte state in Brazil
Título Alternativo: Análise dos canais de comercialização: estudo de caso do setor de melões do estado do Rio Grande do Norte, Brasil
Autor(es): Door, Andrea Cristina
Grote, Ulrike
Assunto: Melon
Contract
Marketing chain
Melão
Contrato
Cadeia de mercado
Publicador: Organizações Rurais & Agroindustriais
Publicação: 6-Mar-2012
Referência: DOOR, A. C.; GROTE, U. Marketing chain analysis: a case study of the melon sector in Rio Grande do Norte state in Brazil. Organizações Rurais e Agroindustriais, Lavras, v. 13, n. 3, p. 377-388, 2011.
Resumo: A cadeia de frutas frescas está focando de forma crescente no valor adicionado e na redução de custos, procurando atender a demanda do consumidor. Novos canais de comercialização são abertos como resultado da mudanca dos hábitos dos consumidores e do crescente domínio de grandes atacadistas nos países industrializados. Os estados de Rio Grande do Norte e Ceará são responsáveis por 98% da exportação brasileira de melão onde 99% destinam-se à União Europeia. Este artigo objetiva descrever a cadeia do melão, entender os canais de comercialização e analisar as relações contratuais entre compradores e produdores. Além disso, o artigo também se propõe a analisar as estruturas de governança predominantes na cadeia de valor em relação às características das respectivas transações. Foram conduzidos seis estudos de caso com produtores de melão no estado do Rio Grande do Norte no Brasil. O referencial teórico baseouse nos conceitos da Cadeia Global de Valor e da Economia dos Custos de Transação. Os resultados mostram que os arranjoscontratuais entre compradores internacionais e produtores, bem como entre empresas intermediárias e produtores são bem delineados. No entanto, arranjos com compradores domésticos ainda oferecem margem para melhoria. Conclui-se que produtores sem certificação precisam de apoio para um upgrade e para aumentarem a eficiência ao longo cadeia produtiva. Isto seria possível por meio da integração vertical, cooperação e coordenação, incluindo contratos formais entre os agentes da cadeia. Um upgrading na cadeia contribui para com padrões de qualidade, aumento no mercado internacional e melhorias nos arranjos contratuais.
Abstract: The fresh fruit marketing system is increasingly focused on adding value and decreasing costs by streamlining distribution and understanding customer demands. New marketing channels have opened up as a result of a combination of changing consumer tastes and the increasing dominance of large retailers in the markets of industrialized countries. Rio Grande do Sul and Ceara states are responsible for 98% of the country’s total exports of melons when almost 99% of the fruit is designated to the European Union. This paper aims at describing the melon chain to understand the marketing chain and evaluate contractual arrangements between buyers and farmers. It also proposes an analysis of the type of governance used in this value chain regarding the characteristics of their transactions. 6 case studies were conducted with melon producers in Rio Grande do Norte state, Brazil. The theoretical background was based on concepts of Value Chain and the Transaction Cost approaches. The results demonstrate that contractual arrangements between international buyers and farmers as well as between trading companies and farmers are well-developed. However, arrangements with domestic buyers still open margin for some improvement. It is concluded the need of a support to upgrade and increase efficiency along the chains as something highly important - mainly for non-certified farmers. This would be possible via vertical integration, cooperation and coordination, including the use of written contracts among the actors in the chain. Upgrading along the value chains can help moving towards quality standards, increased international access, and better contractual arrangements.
Outras Identificações: http://revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/432
Idioma: por
Aparece nas coleções: Organizações Rurais & Agroindustriais

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback