Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Organizações Rurais & Agroindustriais >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/8895

Title: Perfil e gestão de agroindústrias no semiárido sergipano
Other Titles: Profile and management agribusiness in semiarid of Sergipe state
???metadata.dc.creator???: Morato, Luiz Alberto Nogueira
Teixeira, Rivanda Meira
Keywords: Agroindústria
Gestão de pequenas empresas
Gestão ambiental
Agro-industries
Small business
Publisher: Organizações Rurais & Agroindustriais
???metadata.dc.date???: 4-Apr-2011
Citation: MORATO, L. A. N.; TEIXEIRA, R. M. Perfil e gestão de agroindústrias no semiárido sergipano. Organizações Rurais & Agroindustriais, Lavras, v. 12, n. 3, p. 355-369, 2010.
???metadata.dc.description.resumo???: As agroindústrias podem ser vistas como uma alternativa para o desenvolvimento da região do semiárido sergipano, que, além de conviver com as sérias dificuldades socioeconômicas das populações locais, é constantemente castigada por adversidades climáticas. Objetivou-se, no presente estudo, identificar o perfil, as práticas de gerenciamento e a gestão ambiental das agroindústrias do semiárido sergipano. Os dados foram coletados por meio de fontes secundárias e, como fonte primária, foram realizadas entrevistas pessoais estruturadas com proprietários e gerentes das agroindústrias. A partir do universo das agroindústrias da região estudada, foi selecionada amostra composta por quarenta e oito empresas, mediante critério de amostragem não probabilística desproporcional. Como principais resultados pode-se destacar que as agroindústrias da região são, na sua maioria, de micro e pequeno porte, e foram criadas recentemente, com predominância para as de beneficiamento da mandioca e do leite. Quanto às suas práticas gerenciais, observou-se a ausência de controle sanitário na produção, a contratação de mão de obra temporária nas épocas de safra dos produtos agropecuários, a baixa competitividade nas vendas e a inexistência de controle de custos eficiente. Quanto à gestão ambiental, observou-se um baixo nível de conscientização com relação à adoção de práticas de gerenciamento que garantam o crescimento sustentado do negócio.
Abstract: Agro-industries seem as an alternative to development to Sergipe semi-arid region that has to cope with the social and economic difficulties of local population and the climatic adversities as well. This study has the objective to identify the profile, management practices and the environmental management of agro-industries in Sergipe semi-arid region. Its data were collected both from secondary and primary sources such as structured personal interviews accomplished together with business owners and managers. From the universe of agro-industries of that region, a sample of forty-eight industries was selected, adopting non-proportional and non-probabilistic sampling criteria. As the main results of the study, it can be highlighted that the majority of these industries were of micro and small size and most were recently created, with predominance of manioc and diary products. In relation to management practices it was observed that there is no sanitary control of production, employment of temporary manpower in the harvest time, low sales competitiveness, and no costs control efficiently. Regarding the environmental management it was observed a low level of awareness related to the adoption of management practices that could guarantee a business sustained growth.
Other Identifiers: http://revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/12
???metadata.dc.language???: por
Appears in Collections:Organizações Rurais & Agroindustriais

Files in This Item:

There are no files associated with this item.

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback