Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Organizações Rurais & Agroindustriais >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/8914

Title: O risco de base e a efetividade do hedge para o agronegócio do café em Minas Gerais
???metadata.dc.creator???: Fileni, Dener Hollanda
Marques, Pedro Valentim
Machado, Hermógenes Moura
Keywords: Hedge
Agronegócio
Efetividade do hedging
Agribusiness
Hedging effectiveness
Publisher: Organizações Rurais & Agroindustriais
???metadata.dc.date???: 1-Apr-2001
Citation: FILENI, D. H.; MARQUES, P. V.; MACHADO, H. M. O risco de base e a efetividade do hedge para o agronegócio do café em Minas Gerais. Organizações Rurais & Agroindustriais, Lavras, v. 1, n. 1, jan./jun. 1999.
???metadata.dc.description.resumo???: O retorno do agronegócio do café é influenciado pela volatilidade das mudanças de preço durante o processo de comercialização. O objetivo deste trabalho foi avaliar se os agentes de comercialização em Minas Gerais podem dividir este risco com outros agentes de mercado e especuladores, usando contratos futuros da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F). As informações sobre a base e o risco de base no mercado local foram observadas como parâmetro de decisão, como também, o modelo de carteira de investimento foi utilizado para avaliar a efetividade do hedge e a razão de hedge para uma posição de mínima variância. A substituição do risco de preço pelo risco de base mostrou uma significativa redução do risco e o hedging pelo modelo de portfolio foi também efetivo para reduzir a variabilidade do preço, sendo que a razão de hedge de mínima variância geralmente difere de um. Como conclusão final, o contrato futuro foi considerado eficiente para o controle do risco de preço.
Abstract: Coffee agribusiness return is influenced by the volatility of price changes during the commercialization process. The focus of this study was to evaluate if traders from Minas Gerais may share the price risk with another market agents and speculators, using futures contracts from the Brazilian Futures Exchange (BM&F). Information on basis and basis risk on the local market were observed as a decision parameter, as well as, the capital asset price model was used to estimate the hedging effectiveness and the hedge ratio for a minimum variance position. The substitution of price risk by the basis risk showed a significant risk reduction and the hedging by the portfolio model was also effective to reduce the price variability, being the minimum variance hedge ratio usually different from one. As final conclusion, the future contract was considered efficient to control the price risk.
Other Identifiers: http://revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/300
???metadata.dc.language???: por
Appears in Collections:Organizações Rurais & Agroindustriais

Files in This Item:

There are no files associated with this item.

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback