Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Organizações Rurais & Agroindustriais >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/8935

Título: Representações sociais sobre os sistemas de gestão ambiental: uma análise em agroindústrias do setor lácteo sul-mineiro
Título Alternativo: Social representations on the environmental management systems: an analysis in the Minas Gerais state – Brazil milk sector
Autor(es): Souza, Carla Regina de
Brito, Mozar José de
Cappelle, Mônica Carvalhos Alves
Amâncio, Robson
Assunto: Representações sociais
Sistemas de gestão ambiental
Organizações
Social representations
Environmental management systems
Organizations
Publicador: Organizações Rurais & Agroindustriais
Publicação: 18-Abr-2011
Referência: SOUZA, C. R. de et al. Representações sociais sobre os sistemas de gestão ambiental: uma análise em agroindústrias do setor lácteo sul-mineiro. Organizações Rurais & Agroindustriais, Lavras, v. 5, n. 1, 2003.
Resumo: Este trabalho teve por objetivo desvendar as representações sociais dos gestores de indústrias lácteas sobre o processo de gestão ambiental. Para tanto, optou-se pela sistematização de um quadro teórico-metodológico, cuja interpretação revelou que a gestão ambiental, na visão dos gestores das indústrias lácteas pesquisadas, aciona três representações sociais complementares. Na primeira, a gestão ambiental emerge como uma prática organizacional que visa necessariamente ao cumprimento das normas jurídico-legais relacionadas à preservação ambiental. Portanto, algo que gera custos e exige uma adaptação à ação coercitiva do Estado. Na segunda, o processo de gestão ambiental recorre no imaginário dos gestores como uma estratégia organizacional que pode contribuir para a obtenção de vantagens competitivas no mercado cada vez mais exigente quanto à preservação do meio ambiente. Na terceira representação, a gestão ambiental é percebida como uma prática organizacional que extrapola os limites do mercado, abrindo espaços para a adoção de uma postura organizacional socialmente responsável.
Abstract: This paper objectified to bring to light the milk industry managers’ social representations on the environmental management. For such, the systematization of a theoretic-methodological framework was adopted, whose interpretation shows that the environmental management, in the view of the researched milk industries managers, runs three complementary representations. In the first one, the environmental management emerges as an organizational practice which necessarily aims the execution of state legal environmental norms. In the second one, the same process refers to the managers’ imagination as an organizational strategy which may contribute for gains in competitive advantages in the market, which is becoming more and more demanding when it comes to environmental preservation questions. In the third and last representation, the environmental management is perceived as an organizational practice that extrapolates the market limits, as it opens space for the adoption of a socially responsible business attitude.
Outras Identificações: http://revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/248
Idioma: por
Aparece nas coleções: Organizações Rurais & Agroindustriais

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback